Principal evento do teatro brasileiro, este ano a FITA apresenta sete estreias entre os 62 espetáculos que serão apresentados no Palco SESC e no Palco Transpetro
A VI Festa Internacional de Teatro de Angra – FITA –, que começa 30 de outubro e só termina no dia 22 de novembro, não é apenas uma vitrine dos melhores espetáculos. Sem dúvida, em 24 dias de festival a mostra reúne as melhores produções nacionais e internacionais já avalizadas por público e crítica. Mas além dos sucessos, a FITA provoca expectativas em torno dos espetáculos que não entraram em temporada e são na maioria estreias nacionais. São elas: Usufruto, com Lúcia Veríssimo, A marca do Zorro, com Priscila Fantin, Thierry Figueira e Tadeu Mello, Conchambranças de Quaderna, direção de Inez Vianna, com Lourival Prudêncio, Kelzy Ecard, Débora Lamm, Ricardo Souzedo, Iano Salomão, Diogo Camargos, Zé Wendel, Jr Dantas e Viviane Câmara, Túnel com texto inédito de Dias Gomes com Ney Motta, Rafael D ’Avila, Maria Clara Wermelinger, Rodolfo, Brandão, Garotos, com Rafael Almeida, Marco Antônio Gimenez , Ivan Mendes, Caio Bucker e Ícaro Silva, Como me tornei estúpido (peça que teve estreia apenas em Portugal) com Gonçalo Diniz, Shirley Valentine, com Betty Faria e Dois pra lá, dois pra cá com Rita Elmôr e Thelmo Fernandes (as duas últimas inéditas no Rio de Janeiro). 
Montada na praia do Anil, a “Cidade do Teatro” contará com uma tenda principal (Palco Sesc Rio) com capacidade para 1.500 espectadores, onde acontecem as peças de grande sucesso no circuito Rio-São Paulo. Ao lado, um outro palco (Teatro Transpetro), com capacidade para 500 pessoas, será montado para espetáculos mais intimistas e não tão conhecidos do grande público. 
Lá também acontecerão as peças infantis e o Teatro de   bonecos – sucesso total no ano passado. Embora cumpra com louvor esse item fundamental de vitrine para montagens de qualidade, a mostra de Angra dos Reis amplia sua importância trazendo textos inéditos, peças inovadoras e contando com a presença de Ariano Suassuna, ícone da cultura brasileira que traz Cochambranças de Quaderna.
– Tenho certeza de que o público da FITA irá adorar e se surpreender com essa comédia hilária, que possui todos aqueles elementos geniais que só um autor como Ariano Suassuna sabe inserir num texto teatral – diz a atriz Ines Viana. 
A cada ano que passa, a FITA ganha respeitabilidade junto ao mundo cultural. Um amadurecimento reconhecido pela imprensa especializada, pelos patrocinadores e pelos grandes nomes da classe artística nacional. Já passaram pela FITA, a diva do teatro; Bibi Ferreira, o dramaturgo espanhol Fernando Arrabal, Osmar Prado, Susana Vieira, Jonas Bloch, Maria Padilha, Adriana Esteves, Marcos Palmeira, Roberto Bomtempo, Gutti Fraga, Marcelo Faria, Carol Castro, Drica Moraes, Débora Falabella e tantos outros que consagraram Angra dos Reis como a “Cidade do  teatro”.

80.098 pessoas passaram por Angra
Com um bom home-theater é possível fazer um festival de cinema na sua casa. Já o teatro só acontece com o ator e equipe técnica cara a cara com a platéia, no espetáculo que se renova a cada sessão. Por não ter um teatro de grandes proporções, Angra dos Reis e as cidades ao seu entorno acabam ficando por fora do eixo cultural pelo qual circulam as grandes produções teatrais. Quadro que a FITA vem mudando ao longo de sua existência, fomentando a cultura no interior do Estado e criando platéias em públicos de todas as classes sociais, tendo em vista a gratuidade de uma parte considerável de sua programação e ingressos a preços super populares. Além disso, turistas e veranistas de todo o Brasil já vem agendando suas viagens de lazer para o período da FITA, juntando o útil ao agradável.

Num lugar especialmente aprazível, à beira mar, a FITA é de longe o mais charmoso festival de teatro do Brasil. De dia, o mar de Angra. À noite, é hora das grandes estrelas... do teatro. 
A Prefeitura de Angra, o Sesc Rio de Janeiro e o Ministério do Turismo apresentam a VI Festa Internacional de Teatro de Angra. Eletronuclear, Transpetro, Governo Federal, Lei de Incentivo a Cultura do Ministério da Cultura, Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Cultura, Cultuar patrocinam. O evento conta com o apoio Institucional do Sistema Fecomércio RJ e do Sindicato do Comércio Varejista de Angra dos Reis – Sicomércio.

Serviço
VI Festa Internacional de Teatro de Angra – FITA 2009
Local: Angra dos Reis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.