"A partida" – um espetáculo do Centro de Movimento Deborah Colker - dá a largada inicial em um grupo de jovens bailarinos, que depois de um ano junto ao CMDC, estudando e experenciando ao sabor de uma companhia de dança, reúne três coreografias, que sintetizam importantes conceitos da dança contemporânea.
Primeiro movimento: “Ostinato” - a coreografia desenvolve um vocabulário de gestos e movimentos da vida cotidiana e mistura e reinventa esses gestos com os movimentos abstratos da dança. Trazendo as questões e a beleza do cotidiano para o mundo da dança.
Segundo movimento: “Paixao” - falar sobre paixão não é falar sobre o amor. É dançar aquele momento que nos desorganiza, nos coloca fora de controle e onde o sublime e o patético se encontram. O forte e o fraco, a dor e o prazer, o belo e o feio. Nessa coreografia esse grupo de jovens experimentam a emoção do movimento, a intensidade e o corpo que fala através do sentimento.
Terceiro movimento: “Jogo” - Essa coreografia relaciona o mundo dos esportes com a dança. A palavra que rege o movimento neste trabalho é “energia”. Os bailarinos jogam e dançam em parcerias, um precisa do outro, a confiança, o time. A estratégia, a matemática, o vigor, o frescor e a ambição de dar tudo estao dançando relacionando a bola imaginaria, os corpos em movimento e através dessa mistura produzindo dança.
Com estas três coreografias, “Partida” dá um passeio em inspirações e relações distintas entre a dança contemporânea e o mundo contemporâneo.



SERVIÇO
"A Partida"

Theatro Dom Pedro
Classificação 12 anos
Dia 01 de setembro, às 20h
Entrada franca
Dia 02 de setembro, às 15h
Especial para alunos de escolas municipais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.