Ausente dos palcos cariocas há quase seis décadas – a última montagem foi em 1953 – a ópera Romeu e Julieta, de Gounod, retorna ao Theatro Municipal do Rio de Janeiro, vinculado à Secretaria de Cultura do Estado, em uma superprodução, sob a direção cênica de Carla Camurati, que assina também a concepção cenográfica. Com mais de 250 artistas em cena – entre solistas, coro, orquestra e bailarinos – o espetáculo, dividido em cinco atos, estreou no dia 18 de setembro para uma mini temporada de seis apresentações até o dia 26 deste mês.
Para os papéis de Romeu e Julieta, foram convidados a soprano sul-coreana Sumi Jo – vencedora do Grammy e chamada de “uma voz do céu” pelo maestro Herbert von Karajan – e três dos mais premiados nomes da cena lírica brasileira: a soprano Rosana Lamosa e os tenores brasileiros Atalla Ayan e Fernando Portari. “Fizemos questão de um elenco de alto nível. Não haverá elencos um e dois, pois são todos elencos principais, que se revezam na temporada”, destaca Carla.
Completam o rol dos solistas convidados o barítono italiano Enrico Marrucci e o brasileiro Leonardo Neiva, interpretando Mercuzio; Lício Bruno (Sr. Capuleto), Savio Sperandio (Frei Lorenzo), Adriana Clis (Ama de Julieta), Alzeny Melo (Stephan), Flávio Leite (Theobaldo), Inácio de Nonno (Duque de Verona), Fabrizio Claussen (Paris), Ciro D"Araújo (Gregório) e Jacques Rocha (Benvolio). À frente da Orquestra Sinfônica e Coro do Theatro Municipal, estará o maestro Sílvio Viegas. A grandiosa produção contará ainda com a participação de 60 bailarinos do Ballet do TMRJ, da Escola de Dança Maria Olenewa e da Cia Jovem de Balé do Rio de Janeiro.
Recém-reformado, o Theatro Municipal não será apenas o palco da nova montagem da ópera de Gounod, mas servirá também como cenário para a trama: “Durante a reforma, pensei como o teatro seria um excelente cenário para um espetáculo. E a ideia sempre me remetia a Romeu e Julieta”, explica a diretora Carla Camurati. “Toda a caixa cênica do teatro e parte da área da plateia será usada para ambientar a ópera”, detalha. Serão utilizados ainda elementos de cena para compor os ambientes de cada ato e projeções, assinadas por Laís Bar.
Para criar a iluminação do espetáculo, Carla convidou o cineasta e diretor de fotografia Lauro Escorel: "Queria uma luz cinematográfica e o Lauro foi a escolha natural para criar o clima que a dramaticidade da história exige”. A carga dramática está também no realismo das cenas, que conta com a direção de movimento de Dani Hu. Seu trabalho inclui aulas de florete para os solistas: “Eles lutarão em cena com as mesmas armas usadas na esgrima”, explica Hu. A mobilidade dos atores em cena foi inclusive uma das preocupações de Cecília Modesto na criação dos figurinos: “Não quis abrir mão de figurinos imponentes, que remetessem à epoca da história, mas ao mesmo tempo imaginei trajes que não tolhessem os movimentos para facilitar as cenas com mais ação”, resume.
A ópera pelo maestro Sílvio Viegas
Romeu e Julieta é uma história de amor que transcende a tudo. Foi inúmeras vezes retratada, além de no teatro, obviamente, no cinema, no balé, na ópera e na música sinfônica, além de ter recebido inúmeras adaptações e releituras, mantendo-se sempre atual e viva.
Da leitura de Gounod sobre o drama dos Capuletos e Montéquios surgiu uma das mais inspiradas óperas de todo repertório operístico. Os libretistas Jules Barbier e Michel Carré fizeram um trabalho brilhante. Tomando poucas liberdades, respeitaram muito o texto original de Shakespeare e conservaram o caráter de cada um dos personagens.
Mas o que chama atenção desta obra é a qualidade, sensibilidade e beleza da música de Gounod. Vemos um compositor maduro, que soube representar cada situação e sentimento com uma perfeição raramente vistas. Sua música é leve e alegre ao retratar o baile, profunda e solene quando do casamento de Romeu e Julieta, violenta e agressiva quando das brigas entre as famílias, e principalmente lírica, poética e emocionante ao retratar este trágico amor.
Poder levar ao palco essa obra seria por si só motivo de grande alegria, mas quando a realizamos com a melhor orquestra de ópera do Brasil, a OSTM, com o poderoso Coro do Theatro Municipal e um elenco de estrelas internacional, com o olhar sempre delicado e inteligente de Carla Camurati na direção cênica, isso é um sonho que se torna realidade. Espero que o público venha e se emocione assim como todos nós que a estamos realizando.
ARTISTAS ENVOLVIDOS 
Orquestra Sinfônica e Coro do Theatro Municipal
Direção cênica e concepção cenográfica: Carla Camurati
Iluminação: Lauro Escorel
Concepção de figurinos: Cecília Modesto
Direção corporal: Dani Hu
Projeções: Laís Bar
Regência da Orquestra e Coro do TMRJ: Sílvio Viegas
Participação: Bailarinos do Ballet do Theatro Municipal, Escola de Dança Maria Olenewa e Cia Jovem de Ballet
SOLISTAS
Dias 18 e 21/09
Rosana Lamosa, soprano – Julieta
Fernando Portari, tenor – Romeu
Enrico Marrucci, barítono – Mercuzio
Dias 19 e 22/09
Sumi Jo, soprano – Julieta
Atalla Ayan, tenor – Romeu
Leonardo Neiva, barítono – Mercuzio
Dia 25/09
Sumi Jo, soprano – Julieta
Atalla Ayan, tenor – Romeu
Enrico Marrucci, barítono – Mercuzio
Dia 26/09
Rosana Lamosa, soprano – Julieta
Atalla Ayan, tenor – Romeu
Leonardo Neiva, barítono – Mercuzio
TODAS AS RÉCITAS 
Lício Bruno, barítono – Sr. Capuleto
Savio Sperandio, baixo – Frei Lorenzo
Adriana Clis, mezzo soprano – Ama de Julieta
Alzeny Nelo, soprano – Stephan
Flavio Leite, tenor - Theobaldo
Inacio de Nonno, barítono – Duque de Verona
Fabrizio Claussen, barítono - Paris
Ciro D’Araujo, barítono – Gregório
Jacques Rocha, tenor - Benvolio
SERVIÇO 
Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Praça Floriano, s/nº - Centro
Dias 18 e 25/09 (sábado) às 20:30h
Dias 19 e 26/09 (domingo) às 17h
Dias 21 e 22/09 (terça e quarta) às 20h
Plateia e balcão nobre ........... R$ 84,00
Balcão superior .................. R$ 60,00
Galeria .......................... R$ 25,00
Frisas e camarotes (por assento).. R$ 84,00
Desconto de 50% para estudantes e idosos
Classificação etária: Livre
Informações: (21) 2332-9191 / 2332-9005
Ticketronic: 21 3344-5500 ou site www.ticketronic.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.