Depois da temporada paulistana de estrondoso sucesso de público e crítica, Eduardo Sterblitch volta com apresentação ÚNICA no HSBC em São Paulo do monólogo de sua autoria com participações de feras do cenário musical brasileiro.
Em 2010, o ator Eduardo Sterblitch estreou seu monólogo teatral “Minhas Sinceras Desculpas” no teatro Procópio Ferreira em São Paulo, uma temporada de estrondoso sucesso e a pedidos do público paulista, volta com apresentação ÚNICA na casa de espetáculos HSBC na capital. Uma cômica- tragédia moderna que envolve dramaturgia, cinema e músicos de altíssima qualidade como o mestre das guitarras Marcinho Eiras, Dom Paulinho Lima, dono de uma voz única e inconfundível e Luiz Claudio Faria, possuidor de um invejável currículo, e que teve o privilégio de se apresentar ao lado de Elis Regina. E mais, o trabalho é voltado para a história de Eduardo como ator. “Representando um ator que tentando corresponder às suas próprias expectativas em um monólogo teatral, me prostro em cena como se iludindo meu próprio tédio, dentro de um teatro, e perante as pessoas que mereciam coisa melhor ou, que poderiam estar se divertindo num show de stand-up comedy”, brinca o ator.
Simples, irreverente e naturalmente engraçado, o ator Eduardo Sterblitch, que também da vida aos personagens do Pânico na TV, César Polvilho, Freddie Mercury Prateado e agora o Ursinho Gente Fina, coloca mais do que nunca em prática, seus 20 anos de estudo e prática teatral (9 anos de aulas particulares clown, 8 anos de curso livre no Teatro O Tablado e 4 anos de Casa de Cultura no Laura Alvim) .
A ideia é trazer de maneira cômica/ sarcástica, assuntos não interessantes em pauta. Não só isso, diferenciar seus trabalhos, provando sua diversidade na dramaturgia. É neste momento que nomes de peso do cenário musical entram em cena, e provam a essência que compõe “Minhas Sinceras Desculpas”: Marcinho Eiras, Dom Paulinho Lima, Luiz Claudio Faria, Luis Antunes na bateria, João Paulo, o JP no sax, Will no Trombone e Felipe Alves no contra baixo. “A minha proposta é trazer conteúdo aos momentos em que o assunto se torna desinteressante. A banda entra nesses momentos para, ironicamente, suprir o público. A luz acompanha a banda que toca, me deixando em completo escuro enquanto assistimos a um vídeo representando, em imagens, o que estaria sendo dito por mim. Esses vídeos são feitos por estudantes de cinema. A ideia é dar espaço para jovens cineastas que talvez/provavelmente também não correspondem com suas próprias vontades. O primeiro monólogo teatral onde a banda se torna mais importante do que o próprio ator”, satiriza Eduardo.
O set list do primeiro espetáculo solo de Eduardo tem tudo para arrepiar a plateia: clássicos de Marvin Gaye como What´s Going On e Let´s got it on serão interpretados; A change is Gonna come (Sam Cooke), I put a spell on you (Screamin Jay Hawkins), embalarão os 90 minutos de espetáculo. A banda possui direção musical de Marcinho Eiras, brilhante guitarrista autodidata que desenvolve a técnica two handed tapping (mas ele chega a tocar três guitarras simultaneamente). Ele já se apresentou na Musik Messe na Alemanha, a maior feira de instrumentos musicais do mundo por três anos (2000, 2003 e 2004), e hoje ele compõe a Banda Domingão, do apresentador Fausto Silva pela Rede Globo juntamente com Luiz Claudio Faria, que tocou em shows e gravou com Elis Regina.

SINOPSE
Com 90m de duração, Minhas Sinceras Desculpas, representa um ator frustrado, tentando corresponder às suas próprias expectativas em um monólogo teatral, prostrado em cena como se iludindo seu próprio tédio, dentro de um teatro, e perante as pessoas que mereciam coisa melhor, pela falta do que se dizer, pela dificuldade de ser original, porém, precisando expor suas tensões.
A ideia é trazer de maneira cômica/sarcástica, assuntos não interessantes em pauta. Não só isso, diferenciar seus trabalhos, provando sua diversidade na dramaturgia. É neste momento que nomes de pesos do cenário musical entram em cena, e provam a essência que compõe “Minhas Sinceras Desculpas”: Marcinho Eiras nas guitarras, Dom Paulinho Lima no vocal, Luiz Claudio Faria no trompete, Luis Antunes na bateria, João Paulo, o JP no sax, Will no Trombone e Felipe Alves no contra baixo.

INFORMAÇÕES ESPETÁCULO
Duração: 1hora e 30 m
Classificação: 14 anos
Making Off: http://www.youtube.com/watch?v=CU1zP3ci34I

SERVIÇO HSBC BRASIL
HSBC- São Paulo – dia 19/03 - Única apresentação
Horário: 21: 30h
Classificação: 14 anos (somente acompanhados dos pais ou responsável legal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.