Tromba d’água, tsunami fluvial, catástrofe... nomes diversos e distantes para uma só tragédia no Rio de Janeiro. Pessoas, animais, casas, carros arrastados pela água. Vidas levadas pela força da natureza. Mas há vidas, e muitas, que ficam. O que fazer por elas? Como começar a recomeçar?

Milton, Anderson, Alessandra, Adriano, Tico, Henrique... Nomes que surgem pela força e agilidade das redes sociais e se tornam “anjos da vida” para Adalberto, Vinicius, Sebastião, Antônio e tantos outros.
Em Redes que salvam, o jornalista e empresário Fernando Santi conta como um grupo de moradores e empresários de Petrópolis se reuniu em poucas horas, através das redes sociais, para ajudar os desabrigados pelas chuvas de 12 de janeiro. O alcance dessa ajuda foi maior do que eles poderiam imaginar ao começar tudo. Eles salvaram vidas e levaram esperança aonde ninguém conseguia chegar. E tudo começou pelo Facebook...
O livro inclui depoimentos dos desabrigados e dos voluntários e notícias veiculadas pela mídia e pelas redes sociais. Com este mosaico Fernando mostra um exemplo ímpar de solidariedade. A tragédia transformou vidas. Não somente as dos sobreviventes, mas, em grande parte, as dos voluntários, que renasceram para um novo viver através das ações de bondade e ajuda.

As redes sociais ajudaram muito − atuando como ponto
fundamental nisso tudo −, pois se não fosse pelo Facebook, várias dessas
ações ou dessas arrecadações gigantescas nem teriam acontecido.
Anderson Rodrigues (empresário de Petrópolis em depoimento retirado do livro)

Este livro foi escrito em reconhecimento a todos os voluntários
que, desde os primeiros segundos da tragédia ocorrida em janeiro de
2011, por ocasião dos deslizamentos provocados pelas incessantes chuvas
na região serrana do Rio, abdicaram de momentos de suas vidas para
levar donativos, carinho e alívio a desconhecidos.
Fernando Santi

A SmartEditora foi criada em janeiro de 2011 para publicar, no mercado brasileiro, livros de qualidade internacional. Além de servir de intercâmbio para a entrada no Brasil de escritores de outros países, também vai levar autores brasileiros a serem publicados
no exterior. É uma proposta inovadora desenvolvida em conjunto com a McSill Ltd, do editor e consultor literário internacional James McSill, que atua com escritores em diversos países como Estados Unidos, Inglaterra, Portugal, Espanha, Uruguai e Argentina, entre outros.
Redes que salvam é a estreia da Smart no mercado editorial brasileiro.
Fernando Santi é empresário, escritor e jornalista. Mora em Petrópolis e acompanhou toda a tragédia de Itaipava, no Vale do Cuiabá, desde os primeiros dias das ações. Graduado em Ciências da Computação pela Universidade Católica de Petrópolis (UCP), viveu todas as transformações da internet, especializando-se em mídias sociais e novos meios de interação.
Atualmente, dedica-se a criar formas de aumentar o desenvolvimento humano, contribuindo para a construção de um mundo mais eficiente e equilibrado. Um instrumento que encontrou para isso foi a criação do blog www.vocefeliz.com.br, onde posta pensamentos e reflexões otimistas.
Este livro estará disponível a partir de 16/04 pelo site www.redesquesalvam.com.br ou pela lojas da Livraria Nobel em Petrópolis (Centro: Rua 16 de março, 399 / Itaipava: Estr. União e  Indústria, 10.395 – loja 2 - Shopping Tarrafas). Além dos direitos cedidos pelo autor, a Nobel vai doar 10% da venda deste livro para os desabrigados e a Smart Editora também doará 10% da venda pelo site.

SERVIÇO

"Redes que Salvam"
Lançamento: 16 de Abril (sábado), às 18h, na Richard’s – Shopping Estação Itaipava (Estr. União e Indústria, 11.000 – loja 104).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.