Ingressos dos shows - R$4 (associados Sesc Rio); R$8 (jovens até 21 anos, estudantes e maiores de 60 anos); e R$16 (inteira)

8/7, sexta-feira - 20h
Teatro Sesc Quitandinha
Concerto de abertura do Festival Sesc Rio
MAESTRO JOÃO CARLOS MARTINS E ORQUESTRA FILARMÔNICA BACHIANA – clássico/popular
Considerado um dos maiores intérpretes de Johann Sebastian Bach, teve como um dos pontos altos de sua carreira a gravação da obra completa para teclado deste gênio da música. O maestro é um exemplo de superação, ao conseguir driblar suas dificuldades motoras através da entrega à arte. No Festival, ele irá reger a Orquestra Filarmônica Bachiana - uma das melhores orquestras brasileiras, com passagem pelo Carnegie Hall e o Lincoln Center, em Nova York. No repertório, a 5ª Sinfonia de L. V. Beethoven e duas peças de Enio Morricone e Astor Piazzolla.
Classificação 10 anos

9/7, sábado – 22h30
Café Concerto Sesc Quitandinha
LEO JAIME – pop
Humor, interpretações arrebatadoras, inteligência e versatilidade são as marcas deste artista plural. Neste show, apresenta composições próprias e sucessos consagrados.
Classificação Livre.

14/7, quinta-feira – 19h
Café Concerto Sesc Quitandinha
ÁGAPA TRIO - clássico
Uma formação inusitada, um repertório diferenciado, músicos dedicados à divulgação e pesquisa da música brasileira, estas são as marcas do Ágapa, formado em 2004 por Ana de Oliveira (violino); Antonio Augusto (trompa) e Maria Teresa Madeira (piano).
Classificação Livre

15/7, sexta-feira – 21h
Teatro Sesc Quitandinha
“CANÇÕES COM FAFÁ DE BELÉM E WAGNER TISO"
Voz, piano e violoncelo em show que mostra uma nova versão da linguagem da música popular brasileira. Fafá de Belém e Wagner Tiso interpretam clássicos da MPB e da obra de Villa-Lobos, homenageando este que foi o maior expoente da música do modernismo no Brasil.
Classificação 10 anos

16/7, sábado – 19h
Café Concerto Sesc Quitandinha
“EFÊMERA” - TULIPA RUIZ - mpb/pop
“Efêmera” é uma releitura do melhor do tropicalismo com um olhar no futuro e reproduz arranjos minimalistas no palco com lirismo, como na canção que dá nome ao álbum e abre o show.
Classificação Livre

20/7, quarta-feira – 19h
Café Concerto Sesc Quitandinha
“ARCO DO TEMPO” - SORAYA RAVENLE - mpb
A obra inédita de Paulo César Pinheiro é o mote, a alma, a matéria-prima do primeiro disco de Soraya Ravenle fora do universo do teatro musical. Voz: Soraya Ravenle. Direção Musical: Alfredo Del-Penho. Direção: Gustavo Gasparani.
Classificação 16 anos

22/7, quinta-feira – 21h
Teatro Sesc Quitandinha
NANA CAYMMI - mpb
Nana Caymmi apresentará um resumo de 50 anos de uma carreira brilhante com um repertório de suas antológicas gravações de Dorival Caymmi, Tom Jobim, Dori Caymmi e Paulo Cesar Pinheiro, Dolores Duran, Peter Pan e Agustin Lara.
Classificação 12 anos

23/7, sábado – 19h
Café Concerto Sesc Quitandinha
“ONDE MORA O SEGREDO” - ARICIA MESS - mpb/pop
“Quem balança como o mar não tem medo”, canta Aricia Mess em “Onde Mora o Segredo”, título do seu último CD. Essa cantora e compositora negra, carioca, descendente de índios, celebra a vida e o divino com sua música há mais de 15 anos.
Classificação Livre

28/7, quinta-feira – 19h
Café Concerto Sesc Quitandinha
“ONDE MORA O SEGREDO” - ARICIA MESS - mpb/pop
TRIO DE CÂMARA BRASILEIRO – mpb/chorinho
Formado pelo violonista Caio Cezar, o bandolinista Pedro Amorim e o cavaquinista Alessandro Valente, o Trio de Câmara Brasileiro dedica-se à pesquisa e ao desenvolvimento de uma sonoridade camerística brasileira e à criação de um repertório popular de concerto.
Classificação Livre

29/7, sexta-feira – 19h
Café Concerto Sesc Quitandinha
HARMONITANGO - instrumental
A busca por diferentes sonoridades e novas formas de expressão: esta é a razão para a formação deste trio formado por músicos com grande experiência camerística, como José Staneck, Ricardo Santoro e Sheila Zagury.
Classificação Livre

30/7, sábado – 22h30
Café Concerto Sesc Quitandinha
Show e baile. O Bloco do Sargento Pimenta é um projeto idealizado para unir dois mundos: a música dos Beatles e os ritmos brasileiros. No repertório, “I wanna hold your hand” aparece como samba-enredo, “A Hard Day’s Night funkeado”, “Hey Jude” em ciranda, entre outras releituras dos clássicos do Quarteto de Liverpool.
Classificação Livre





























Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.