GRÁTIS
10/7, domingo - 18h
Café Concerto
“Coisas brasileiras” - instrumental/chorinho
o show Coisas Brasileiras leva o mesmo nome do álbum de Paulo Sá Quarteto, lançado em turnê, na Itália, em 2007, e mescla músicas do disco com clássicos de compositores renomados como Jacob do Bandolim e Ernesto Nazareth. Paulo Sá tem longa carreira internacional, integrou a Orquestra de Cordas Brasileiras (dois Prêmios Sharp – Melhor CD instrumental e Melhor Grupo Instrumental) e é um dos poucos bandolinistas, no mundo, com Doutorado em seu instrumento.
Classificação LIVRE

13/7, quarta-feira - 19h
Café Concerto
“Jazz Violin” André Henriquez – Jazz
O violinista André Henríquez convida o músico Rodrigo D’Ávila (Guitarra) para apresentar clássicos do Jazz ao violino. O duo mostrará temas que foram consagrados por belíssimas interpretações de grandes mestres como Stéphane Grappelli, Stuff Smith e mais recentemente Didier Lockwood e Michal Urbaniak. O trabalho de André Henríquez é marcado pela versatilidade e o interesse pelas mais diversas formas de música para violino.
Classificação LIVRE

24/7, domingo – 18h
Café Concerto
“Meu chapéu virou pandeiro” - chorinho
A missão do grupo Meu Chapéu Virou pandeiro é divulgar a mais genuína música brasileira: o choro (arriscando até um leve passeio ao baião) e proporcionar momentos agradáveis aliados a boa música. O grupo, formado em 2003, tem Chico Sasek no violão, Aloisio Barbosa no cavaquinho, Thiago Spitz no Clarinete, Sax e flauta, Leonardo Benvenuti no pandeiro e Marcel Sousa no Bandolim.
Classificação LIVRE

27/7, quarta-feira – 19h
Café Concerto
“Serra Velha Quarteto” – Jazz
Formado por jazzistas experientes, Felipe Depoli (contrabaixo), Coquinho Batera (bateria), Edu Pinheiro (saxofone) e André Mendes (piano), que tem em seus currículos apresentações por todo o país e turnês internacionais, o Quarteto Serra Velha segue a escola de famosos grupos como Cama de Gato e Azimuth. A sonoridade do grupo evoca os princípios do jazz fusion, renovando-o com uma linguagem moderna e muito sólida, onde o baião conversa com o jazz, um samba possui citações de música clássica, tudo para valorizar o principal atributo da banda, suas melodias e improvisações.
Classificação LIVRE








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.