De modo simples e acessível, o autor comenta as várias maneiras de seduzir e conquistar alguém por meio de um discurso. Focando principalmente na fala de advogados e promotores diante do Tribunal do Júri, ele lança mão de exemplos bem interessantes para abordar o assunto, como filmes, trechos de livros e casos reais.

A sedução no discurso (Editora Planeta, 192 páginas, R$ 24,90) transita pelos campos da Semiótica, da Literatura e, sobretudo, do Direito. Neste livro, Gabriel Chalita, doutor em Direito e em Comunicação e Semiótica, revela a importância do caráter sedutor do discurso durante qualquer argumentação e ensina recursos para valorizar a fala – úteis principalmente para promotores e advogados diante do Tribunal do Júri. Afinal, para convencer os jurados, eles precisam não só de provas e evidências, mas também de muita habilidade na hora de conduzir seu discurso.
O processo emocional da sedução em um discurso depende de diversas estratégias. O primeiro passo é conseguir a cumplicidade do ouvinte. Chalita diz que aos advogados e promotores cabe envolver e encantar o júri para conduzi-lo a uma determinada posição. E, como ele mesmo diz, “não vale economizar nenhum recurso – emocional ou racional – para obter tal resultado”.
Várias técnicas da sedução pelo discurso são sugeridas por Gabriel Chalita para obter o efeito desejado: estimular os sentidos do receptor; incitar sua imaginação; tentar a identificação e a aproximação com quem se fala; prestar atenção na própria postura corporal... Até mesmo o silêncio tem parte importante no jogo: “Calar-se também é uma maneira de se comunicar. Todos são capazes de recordar situações em que o silêncio de alguém foi mais eloquente do que mil discursos”.
Para reforçar sua posição ao longo do livro, Chalita lança mão da análise de casos reais, livros e também de filmes famosos, como Tempo de matar,Filadélfia, Questão de honra e Assassinato em primeiro grau. O livro se torna, assim, uma obra interessante não apenas para os profissionais e acadêmicos dessa área, mas também para todos aqueles que se interessam em entender melhor os meandros da sedução inerente a tudo aquilo que falamos.

SOBRE O AUTOR
Graduado em Direito e Filosofia, Gabriel Chalita é mestre em Ciências Sociais e em Direito e doutor em Comunicação e Semiótica e também em Direito. Sua obra é composta por mais de 60 títulos, de vários gêneros, da poesia aos ensaios, do infantil aos contos e romances. Foi secretário de Educação do Estado de São Paulo e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação. É professor da PUC-SP, da Universidade Presbiteriana Mackenzie e da FMU. É membro da Academia Paulista de Letras e da Academia Brasileira de Educação. Foi o vereador mais votado do Brasil, nas eleições de 2008. Em 2010, elegeu-se deputado federal, com mais de meio milhão de votos.
FONTE:  Lu Fernandes Comunicação e Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.