Seu Jorge, show "Músicas para Churrasco - Volume 1" , no aniversário da cidade,
 dia 16 de março, às 20h30 no Parque Municipal. (Foto: Nana Moraes)

O aniversário da cidade cai numa sexta-feira, dia 16 de março, nada mais apropriado do que comemorar com um show musical. A Prefeitura de Petrópolis,através da Fundação de Cultura e Turismo, programou o show do Seu Jorge, “Músicas para Churrasco – Volume 1”, com entrada franca, no Parque Municipal, em Itaipava, a partir das 20h30. 

Músico consagrado no Brasil e no exterior, o cantor e compositor Seu Jorge apresenta o show do novo disco com os novos sucessos como “A Doida”, “Vizinha”, "A Véia” e “Dia de Comemorar”, além de clássicos do seu repertório.  
No palco, Seu Jorge é acompanhado por uma super banda formada por Pretinho da Serrinha (cavaco, percussão e direção musical), Sidão Santos (baixo), Adriano Trindade (bateria), Jorge Quininho (percussão), Rodrigo Tavares (teclados), Claudinho Andrade (teclados), Jr. Gaiatto (violino e gaita), Edy Trombone (trombone), Fernando Bastos (sax), Paulinho Viveiro (trompete), Fernando Vidal (guitarra) e DJ Cia. 
Autodidata e filho de sambista, Jorge Mário da Silva aprendeu a tocar violão sozinho e desde cedo freqüentou as rodas de samba os bailes funk da periferia carioca. Sobrinho da sambista Jovelina Pérola Negra, sua carreira se iniciou quando dava canjas de voz e violão nos bares cariocas em troca da refeição. O músico e amigo Marcelo Yuka foi quem deu seu nome artístico. E daí partiu para o sucesso o menino que na década de 70 nasceu no bairro S. Cristóvão, no Rio de Janeiro, e foi criado em Belford Roxo, na baixada fluminense. 
Na noite carioca conheceu seu principal parceiro musical até hoje, o cantor, compositor e violonista Gabriel Moura e por intermédio dele ingressou no teatro. Em 1998 iniciou sua carreira com a banda Farofa Carioca e logo lançou o primeiro CD “Moro no Brasil”. Após se desligar da banda, no ano seguinte acompanhou o Planet Hemp em turnê ao Japão e aos Estados Unidos como percussionista. Era chegada a hora de partir para o primeiro trabalho solo. Em 2001, lançou pela gravadora Regata Music o CD “Samba Esporte Fino”, produzido por Mario Caldato Jr, produtor de todos os outros discos dele. 
Em 2004, o CD “Cru” vendeu mais de 30 mil cópias na França, sendo licenciado para outros selos europeus e vendendo 50 mil cópias na Europa. Os sucessos de crítica e de público renderam ao disco o oitavo lugar na lista dos dez melhores CDs da revista Observer Monthly Music, e a Seu Jorge, o título de “o homem mais cool do mundo no momento”, pelo jornal britânico Daily Telegraph, em 2005. Neste mesmo ano o músico lançou no Brasil o DVD “MTV Apresenta Seu Jorge” e destacou-se como uma das principais atrações do MIDEM (Mercado Internacional do Disco e Edição Musical), na França, além de estourar sua voz nas rádios com a canção “É Isso Aí”, versão para “The Blower´s Daughter”, do músico irlandês Damien Rice. 
Em 2007, lançou seu terceiro trabalho solo, intitulado “América Brasil”, com registros de “Burguesinha” e “Seu Olhar”, entre outros. O disco ganhou regravação ao vivo em 2009 e foi lançado na Europa, Brasil e Estados Unidos. Em 2008, Seu Jorge liderou as paradas de sucesso brasileiras com três músicas: “Burguesinha”, “Mina do Condomínio” e “Trabalhador”.  Em 2010 lançou nos EUA, Europa e Japão o CD “Seu Jorge and Almaz”, com releituras psicodélicas de canções como “Everybody Loves the Sunshine” (Roy Avers), “Errare Humanum Est” (Jorge Ben Jor) e “Cristina” (Tim Maia), dentre outras. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.