A exposição inédita de street art na Região Serrana apresenta debates e filmes sobre o universo urbano

A Faculdade de Medicina de Petrópolis/Faculdade Arthur Sá Earp Neto elaborou uma programação especial para ser apresentada durante a exposição “da Rua”, em cartaz até o dia 15 de junho, com entrada gratuita, no Centro Cultural da instituição. Os visitantes, além de apreciarem os diferentes tipos de arte urbana, poderão participar de debates e demais atrações culturais ligadas ao tema.  Com um pouco mais de um mês de exibição, a mostra inédita na Região Serrana já atraiu mais de 700 visitantes.
 “A partir do sucesso da mostra, pensamos em explorar o tema em diferentes vertentes. Para isso, optamos em elaborar uma programação para enriquecer os conhecimentos dos visitantes e, ao mesmo tempo, promover interação dos artistas com o público”, destaca Ricardo Tammela, coordenador de Projetos Especiais da FMP/Fase.
 Com uma programação variada, no dia 23 de maio, às 18h30, a exposição apresentará o debate “Grafite, Arte e Manifestação” que, com a participação dos artistas da mostra, abordará a importância e o papel da arte urbana no cotidiano. Já no dia 30 de maio, às 18h30, é a vez da apresentação do documentário “Luz, Câmera, Pichação!, seguido de debate com o diretor do filme, Gustavo Coelho.
 A programação ainda inclui exibição de curtas-metragens no projeto Sessão “Curta Pipoca”, com apresentação dos filmes “No Muro I e II” e “Os Gêmeos Grafiteiros” exibidos, respectivamente, nos dias 22 e 29 de maio, nos horários de 10h, 12h, 13h, 18h e 20h.
Os visitantes poderão visualizar o ambiente das ruas por meio da exposição, que é fruto do trabalho de 20 renomados profissionais de seis estados brasileiros, que exibem grafites nas paredes, pinturas em tapume de obras, utilização de suportes em madeira de demolição, projeção de vídeos, entre outros artifícios, baseados em diferentes técnicas, como street art, o bomb, a pichação, o sticker, o stencil e o lamb-lamb. 
“A arte urbana brasileira conta cada vez mais com artistas de projeção internacional, que se valem dos espaços urbanos para realizar suas críticas sociais e expressarem questões de forma artística. Tendo esse fenômeno como pano de fundo, o propósito da exposição é exibir para o público algumas das vertentes de arte que surgiram essencialmente na rua”, disse o curador da mostra, Rodrigo Henter.

PROGRAMAÇÃO
22 de maio – 10h/12h/13h/18h/20h: Sessão Curta Pipoca – filme “No Muro I e II”
23 de maio - 18h30: Mesa Redonda: “Grafite, Arte e Manifestação” – com artistas da mostra “da Rua”
29 de maio - 10h/12h/13h/18h/20h: Sessão Curta Pipoca – filme ”Os Gêmeos Grafiteiros”
30 de maio – 18h30: Exibição do documentário “Luz, Câmera, Pichação!” e debate com o diretor Gustavo Coelho

SERVIÇO
Exposição “Da Rua”
Data: Segunda a sábado (até o dia 15 de junho)
Horário: 9 às 18h
Local: Centro Cultural da FMP/Fase (Av. Barão do Rio Branco, 1003 – Centro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.