O Projeto Som e Cristal está com novo horário nesta edição de 2012. Aos sábados, às 20 horas, com entrada franca, no Palácio de Cristal, petropolitanos e visitantes contam com um programa imperdível de música de bom gosto nos estilos mais variados. Dia 02 de junho quem apresenta seu trabalho é o “Serra Velha Quarteto”, formado pelos experientes músicos: Felipe Depoli  no contrabaixo, Luís “Coquinho” na bateria, André Mendes ao piano e Eduardo Pinheiro no sax.
Vencedor do Prêmio Maestro Guerra-Peixe de Cultura 2012, pela atuação em 2011 na Categoria Música Popular, o grupo vem colhendo os frutos do trabalho com o lançamento do primeiro CD autoral. E foi a necessidade dos integrantes do “Serra Velha Quarteto”, de apresentarem suas composições que motivou a criação do grupo, seguindo a escola de famosos como o “Cama de Gato” e o “Azimuth”.
A sonoridade do grupo procura valorizar suas melodias e improvisações, evocando os princípios do jazz fusion. Através da renovação com uma linguagem moderna e muito sólida, onde um baião conversa com o jazz, um samba possui citações de música clássica, o público pode conferir os atributos da banda.
No sábado seguinte, dia 09 de junho, o Som e Cristal recebe “Violão e Poesia com Renata Flora. Dia 16 de junho será a vez do Trio Dona Flô com o espetáculo “Cumpadi Lua – homenagem ao Centenário de Luiz Gonzaga”. Em seguida o projeto dá uma parada em função da programação da 23ª Bauernfest e retorna no dia 14 de julho.
O Projeto Som e Cristal acontece todos os sábados num dos cartões postais mais lindos de Petrópolis. Ele visa manter uma programação de shows musicais sempre com entrada franca para a população e turistas, movimentando a produção musical da cidade, valorizando a arte através do histórico cenário do Palácio de Cristal. Sendo um espaço único, além de belo, desperta o interesse dos músicos para experimentação acústica. A Cidade Imperial é rica em expressões culturais, sobretudo quando se fala de música, com inúmeros grupos musicais de excelência. Assim o projeto segue promovendo a difusão da música, o acesso à cultura, fomentando a economia de cultura através da seleção de espetáculos por edital e o segmento da música, valorizando os profissionais da área e contribuindo para a formação de platéia.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.