O Sistema FIRJAN, por meio do SESI, reabre nesta sexta-feira, dia 10 de agosto, a programação do SESI Cultural com uma atração de peso: Angela Ro Ro sobe ao palco do Theatro Dom Pedro às 20h. A cantora e compositora, que ganhou fama entre o fim da década de 70 e o início dos anos 80, trará à cidade repertório que abrange seu últimos e atuais trabalhos. Entre os sucessos ela promete “Amor meu grande amor”, “Simples Carinho” e “Tola foi você”. Os ingressos já estão à venda na bilheteria do teatro e custam R$ 20.
O show de Angela Ro Ro em Petrópolis terá acompanhamento do tecladista, maestro e arranjador Ricardo Maccord. Compositora da maior parte do seu repertório, ela também quer brilhar como intérprete de autores como João Donato, Vinicius de Morais Tom Jobim, Chico Buarque, Caetano Veloso e Cole Porter, entre outros.

Rica biografia 
Angela Ro Ro começou a estudar piano clássico aos cinco anos, sendo influenciada ao longo de seu caminho por ícones como Noel Rosa, Frank Sinatra, Maria Bethânia, The Beatles, Rolling Stones além de muita música latina e jazz.
Sua história como compositora começou ainda aos seis anos de idade com uma guarânia em seu acordeon. Se firmou durante sua estadia na Europa e ao voltar para o Brasil se destacou como autora e cantora em sua participação no Festival de Rock de Saquarema (RJ), em 1976, no qual também se apresentaram Raul Seixas, Made in Brazil e Rita Lee. Entre 1977 e 1978 foi gravada por As Frenéticas (Agito e uso), Marina Lima (Não há cabeça) e Ney Matogrosso (Não há cabeça e Balada da arrasada).
Em 1979 foi convidada pelo produtor Paulinho Lima para gravar seu primeiro LP, "Angela Ro Ro", pela PolyGram. Em 11 de maio desse ano Angela tinha feito sua estreia nacional com show no Teatro Ipanema (RJ), onde se acompanhava ao piano. O show foi um evento cult, em horário alternativo, meia noite. O teatro lotou e cerca de 150 pessoas ficaram do lado de fora. Na plateia nomes como Sandra Pêra e Marina Lima.
Sua primeira música a tocar nas rádios foi "Tola foi você", mas o primeiro grande sucesso veio com "Amor, meu grande amor", música com letra de Ana Terra e que lhe conferiu o título de "A Sensação do Ano" em nota publicada pelo "Jornal do Brasil", em dezembro de 1979. Depois vieram sucessos e mais sucessos. O último CD, "Escândalo", lançado em 2009, recupera números musicais do programa de TV.
 Desde o ano passado ela apresenta o programa de web rádio "Nas ondas da Ro Ro", gravado em apresentações quinzenais no Rio. O programa tem a participação e diversos artistas. Já passaram por lá Dudu Nobre, Silvia Machete, Teresa Cristina, Ricky Vallen, Elba Ramalho, Emílio Santiago, Elza Soares, Marcos Sacramento, Farofa Carioca, Rita Ribeiro, Antonio Adolfo e Carol Saboya, entre outros.

SESI promoveu 31 espetáculos em 2011

O programa SESI Cultural mantém uma rotina de espetáculos teatrais e musicais na cidade. Ao longo de 2011, o SESI promoveu em Petrópolis 31 espetáculos. Foram cinco apresentações de teatro adulto, seis de teatro infantil, oito shows de música instrumental e 12 apresentações musicais. A programação, que se estendeu de março a dezembro, atraiu público superior a 7 mil pessoas. Significa dizer que cerca de 230 pessoas, em média, prestigiaram cada uma das apresentações promovidas pelo SESI na cidade.
O trabalho rendeu ao programa, neste ano, o Prêmio Maestro Guerra Peixe de Cultura. A honraria, concedida anualmente pela Prefeitura de Petrópolis, por meio da Fundação de Cultura e Turismo (FCTP), destaca iniciativas que contribuem de forma significativa para a difusão da cultura no município. O SESI Cultural ficou com o prêmio na categoria Melhor Produção Cultural de 2011.

Sobre o SESI do Rio - O Serviço Social da Indústria do Rio de Janeiro é o braço do Sistema FIRJAN responsável por ações nas áreas de saúde, educação básica, esporte, lazer e cultura, direcionadas às empresas, trabalhadores e à sociedade em geral. Possui 28 unidades espalhadas pelo estado do Rio (15 delas integradas com o SENAI do Rio). Tem destaque principalmente nos segmentos da educação básica (100 mil matrículas por ano), saúde assistencial e ocupacional (400 mil consultas médicas e odontológicas por ano) e nos programas de promoção da cidadania. O Sistema FIRJAN é formado por cinco entidades sem fins lucrativos, que trabalham de forma integrada para o desenvolvimento sustentável do estado do Rio: o próprio SESI, a FIRJAN, o SENAI, o CIRJ e o IEL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.