Preta Gil: show na Praça D. Pedro
Os 170 Anos de Petrópolis serão comemorados com ampla programação para que petropolitanos e visitantes possam mostrar seu amor pela cidade. Para despertar esse sentimento, arte, cultura, história e lazer se unem em uma agenda de eventos. Pela primeira vez, a data será comemorada o ano inteiro e procurará resgatar, ao longo de 2013, a imagem de D. Pedro II e sua importância para a cidade escolhida para passar grande parte de seu governo imperial. Um selo comemorativo da data também será usado em toda a divulgação dos eventos públicos. Estes não se limitarão à área cultural: a Prefeitura vai incluir, mês a mês, a agenda de lançamentos e inaugurações, como um presente para a cidade.
A Prefeitura também anuncia o retorno da outorga da medalha Pedro II, com cerimônia no dia do aniversário do imperador, em 2 de dezembro. Durante o ano, será lançado o prêmio de fotografia Imperador Pedro II para profissionais e amadores. A ideia é resgatar as ligações de Pedro II com a fotografia – ele foi o primeiro a ter em mãos o equipamento da época trazido da Europa e iniciou uma de suas grandes paixões, promovendo a arte fotográfica brasileira e difundindo a nova técnica por todo o país. A nova premiação também vai ser divulgada internacionalmente.

CALENDÁRIO CULTURAL DE MARÇO TRAZ ATRAÇÕES POPULARES E CLÁSSICAS
O calendário cultural do mês de aniversário foi preparado pela Prefeitura de Petrópolis, por meio da Fundação de Cultura e Turismo e começa no dia 14 de março, às 17h, com a abertura da Mostra da Associação Brasileira de Desenhos e Artes Visuais, em duas galerias do Centro de Cultura Raul de Leoni: a Aloísio Magalhães e a Djanira. A mostra fica aberta ao público de 15 de março a 14 de abril, de terça a sábado, de 13h às 18h, e domingos, de 12h as 17h. Também estão previstos shows, apresentação de tradicionais bandas da cidade, coral, teatro, orquestra, desfile de moda e uma missa em ação de graças celebrada pelo bispo Dom Gregório Paixão.
No dia 15 de março, às 18h30, acontece o show pelos 170 Anos de Petrópolis e 70 Anos de Fundação do Museu Imperial, com o Coral Dó Ré Mi – Coro Modelo do Programa Canta Petrópolis, sob a regência do maestro Leonardo Randolfo, nas escadarias do Museu Imperial. O coro vai cantar o seu novo repertório, composto de músicas conhecidas do público numa variedade que vai do pop rock ao sertanejo de raiz. A entrada é franca.
No dia do aniversário da cidade, 16 de março, a programação começa às 10 horas com a missa em homenagem ao município na Catedral São Pedro de Alcântara. Na saída da Catedral, uma surpresa para os convidados: a Banda Marcial Wolney Aguiar fará uma apresentação especial em homenagem ao centenário de seu fundador, que dá nome à banda. Em seguida, a Prefeitura faz a tradicional homenagem ao engenheiro Julio Frederico Koeler, responsável pelo planejamento urbanístico de Petrópolis, com o depósito de coroa de flores no monumento em frente à Catedral. Quem acompanha o evento é a Banda do 32º Batalhão de Infantaria Motorizado.
Às 12 horas, o palco das homenagens é a Praça D. Pedro. Para lembrar o primeiro empreendedor da cidade, que não se cansava de repetir seu amor e carinho por Petrópolis, uma coroa de flores será depositada na estátua de Dom Pedro II. A Guarda de Honra Imperial e a Banda Marcial Imperador Pedro II também participam das homenagens. Uma das principais escolas municipais do Centro Histórico – o Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio – promoveu nessa semana um concurso de redação para que os alunos do ensino fundamental pudessem expor seu amor pela cidade. O texto será lido pelo aluno vencedor logo antes do corte do bolo de aniversário de Petrópolis de 170 metros. A Secretaria de Meio Ambiente também dá início à distribuição de mudas de árvores nativas da região. E para a criançada curtir o feriado, o grupo de recreação infantil Plim Plim dá o tom da brincadeira.
No Palácio de Cristal, às 17 horas, acontece a apresentação do Trio Extemporâneo interpretando Bach, Vivaldi e Piazzolla – com Rodrigo D´Ávila na flauta transversa, Rafael Geraets no violino e Wally Borghoff ao piano; no Theatro D. Pedro, às 18 horas, será a vez da Orquestra Sinfônica Mariuccia Iacovino, com regência do maestro Luis Mauricio Carneiro, apresentando um repertório de música brasileira (ingressos a R$ 1,00), numa parceria com a Dell´Arte;
Preta Gil agita o Centro Histórico – A partir das 20 horas, a praça D. Pedro volta ser palco de homenagens, desta vez com uma atração musical: a cantora Preta Gil sobe a serra com o repertório do Bloco da Preta, que agita o país por onde passa. A abertura do show será feita com a presença de uma banda local, para prestigiar os talentos da cidade. A atriz petropolitana Camila Morgado também sobe a serra e, numa parceria com o jornal O Globo, faz a leitura da sua declaração de amor para a cidade logo antes das apresentações musicais.
Museu Imperial participa das comemorações com entrada franca e uma série de atrações – Para dar oportunidade de petropolitanos e visitantes conhecerem o dia a dia da família imperial, o Museu oferece entrada franca no dia 16 de março. A instituição preparou três eventos que também celebram seus 70 anos: às 15 horas, abertura da exposição “Paisagem Petropolitana”, na sala de Exposições Temporárias, com apresentação do Coral Dó Ré Mi. A exposição vai exibir pinturas, gravuras, desenhos e fotografias, em diferentes suportes, além de álbuns de viajantes. Neste espaço, será D. Pedro Gastão de Orleans e Bragança o homenageado pelo seu centenário. Às 18h30, acontece o Sarau Imperial (ingressos a R$ 10,00) e às 20 horas, o Projeto Som e Luz, com entrada franca.
A peça infantil “A Princesa e o Sapo”, famoso conto dos Irmãos Grimm em versão musical com ritmos nordestinos, será no Theatro D. Pedro, dia 17 de março, às 17 horas, com ingressos a R$ 1,00. No dia 18 de março, acontece a entrega do Prêmio Maestro Guerra-Peixe de Cultura 2013, para convidados, no Theatro D. Pedro, às 19h30. Na ocasião serão revelados os vencedores das 10 categorias (Música Popular; Música Erudita; Teatro; Dança; Artes Visuais, Literatura, Comunicação, Audiovisual, Produção Cultural e Categoria Especial), além da Categoria Notório Reconhecimento, escolhida de antemão, que irá homenagear o ator petropolitano Rodrigo Santoro. Os vencedores receberão uma estatueta confeccionada em bronze artístico – criada pelo escultor Sérgio Cestari.
No dia 23 de março, a Rua Teresa, um dos principais corredores econômicos da cidade, promove desfiles de moda itinerantes, organizados pela Associação de Empresários da Rua Teresa - Arte. A exemplo dos desfiles de capitais da moda, como Roma e Paris, as modelos estarão na rua mostrando a nova coleção Outono/Inverno de um dos principais polos de moda do município. As calçadas serão transformadas em passarelas em alguns trechos. Os horários e locais dos desfiles itinerantes são: 10h - em frente ao shopping Via Thereza; 11h – em frente à Casa Verde; 14h – próximo ao 484; 16h – em frente ao 608; 17h – em frente ao 800; 17h30 – no final da Rua Teresa (ponto a definir). Antes dos desfiles, às 9 horas, o prefeito Rubens Bomtempo assina o convênio da Prefeitura com a Arte, para o retorno da divulgação da Rua Teresa em nível nacional. O evento – que restitui a parceria do poder público com o polo de moda - vai ser no auditório da Arte, no Centro de Moda e Serviços da Rua Teresa (rua Aureliano Coutinho, esquina com a 24 de maio).
Outras inaugurações também estão previstas durante o mês e serão divulgadas ao longo de março.
Informações sobre a programação cultural: Disque Turismo 0800 24 1516 e www.petropolis.rj.gov.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.