Novas gargalhadas com o maior sucesso do Teatro Brasileiro, o Analista de Bagé. Dessa vez, Cláudio Cunha na pele  do machão gaúcho recebe o público para uma palestra cujo tema é o Riso, assessorado por sua exuberante recepcionista Margarida (Alexandra Dias), tendo como moldura causos e anedotas, Cunha reafirma a primazia da piada bem contada. Até que uma exuberante sexóloga  irrompe pela plateia  travando com o nosso Freud dos Pampas verdadeira batalha verbal. Seduzido pela mulher,   resolve conquistá-la, então ela tira a mascara e o riso acaba sendo mesmo a melhor terapia.

SINOPSE
Machão convicto, apegado às suas tradições, autêntico, conservador, sem complicação alguma, sincero, mais grosso que rolha de poço... Eis aqui algumas facetas da caracterização  criada pelo paulistano Claudio Cunha, aplaudida por mais de 2 milhões de espectadores nos palcos de todo o Brasil.
               
“No inicio representávamos os causos do livro “O Analista de Bagé”, aos poucos o personagem foi criando vida própria distanciando-se do original”, diz Claudio Cunha, e assume: “hoje a figura do Machão Gaúcho é meu Alter Ego”. É o homem do campo diante da modernidade. Tanto poderia ser de Bagé como de Piracicaba, ou de qualquer lugar do interior do nosso país. Depois de vários sucessos no Cinema Brasileiro o paulistano Claudio Cunha voltou se para o Teatro personificando um machão gaucho, resolvendo problemas dos mais intrincados. Em 1998 o espetáculo já aparecia no Guinness Book com 2 recordes: a peça a mais tempo em cartaz e o ator a mais tempo permanente num personagem. Cunha fala de outros recordes extra-oficiais:  o ator que mais viaja no Brasil e os mais de 2 milhões de espectadores em 30 anos de andanças pelos palcos de todo o Brasil. No espetáculo acumula ainda as funções de autor e diretor - seguindo a Escola do Teatro de Revista, para ele a grande linguagem de cena brasileira, gozando o nosso dia-a-dia. “Pai Doto”, como é chamado,  já esteve na Casa da Dinda, numa animada terapia com o casal Fernando e Rosane Collor. Participou da CPI do PC Farias, já foi candidato à presidência da republica, agora esta as voltas com uma sexóloga bageense, segundo ele:  “loca de especial”, ou “especial de loca”. 

SOBRE A NOVA ADAPTAÇÃO
Cláudio Cunha – na pele  do Analista Gaucho,  assessorado pela sua recepcionista Margarida (Alexandra Dias), recebe o público para uma palestra cujo tema è o Riso. Num verdadeiro Tratado do Humor  o riso é colocado no divã,  onde suas propriedades -  no publico que ri e no humorista que faz rir – são analisadas. Assim, emoldurado por causos, anedotas,  ele reafirma a primazia da piada bem contada. Súbito uma sexóloga irrompe pela platéia e aí tudo o que precisamos saber sobre sexo de forma inusitada e divertida. Após verdadeira batalha verbal, seduzido pela mulher,   resolve conquistá-la então . ela tira a mascara e o riso acaba sendo mesmo a melhor terapia
  
SERVIÇO
O Analista  e a  Sexóloga de Bagé (comédia)
Texto e direção: Claudio Cunha
Elenco: Claudio Cunha e Alexandra Dias
Duração: 1h35m
Recomendado para maiores de 14 anos.
Dia 24  de agosto, sábado,  21h.
Local: Teatro  Dom Pedro (Petropolis)
Ingressos:  Inteira, R$ 50,00 – Meia, R$ 25,00
Claudio Cunha Produções Artísticas
Tel: (21)  3382-0169  - 21  8064-7803

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.