Marco Aurélio Lischt traz repertório variado
                                  

                             
Nesta sexta, o organista Marco Aurélio Lischt se apresentará na Catedral São Pedro de Alcântara, como parte da série “Concertos de Órgão na Catedral”. A apresentação acontece às 20h e tem entrada gratuita. Serão tocadas obras de Bach, Grigny, A. Schubert, Messiaen e Hakim, algumas ainda inéditas.
A escolha do repertório, de acordo com o organista, busca mostrar as várias possibilidades tímbricas que o instrumento oferece. O programa conta com peças barrocas, dos séculos XVII e XVIII e música contemporânea. “Selecionei peças clássicas, mas também tocarei uma composição de Alexandre Schubert, que é brasileiro e até dá aulas na UFRJ”, conta Lischt. O concerto contará com alguns momentos bem distintos, entre a Prece do Cristo de Messiaen, que é bem calma e tranquila e o Abraço do Fogo, de Hakim, a peça mais feroz da sinfonia L’Ascencion.
Lischt é também o diretor artístico do programa que recebe grandes organistas, sempre na última sexta-feira de cada mês. Para ele, esses concertos ajudam a mostrar para o público esse instrumento, um tanto desconhecido. “Essas apresentações são importantes para mostrar para o público que o órgão não está aí apenas para acompanhar a missa; queremos colocá-lo em voga. Para a maioria das pessoas, o órgão ainda é meio misterioso”, afirma o organista, que é também diretor artístico do Instituto dos Meninos Cantores de Petrópolis, maestro do Coral dos Canarinhos de Petrópolis, além de presidente da Federação Nacional dos Meninos Cantores do Brasil.
Esta é a terceira edição de “Concertos de Órgão na Catedral”, promovido pela Paróquia São Pedro de Alcântara com apoio da prefeitura de Petrópolis e da Fundação de Cultura e Turismo.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.