No dia 30 de novembro, às 21h, no Theatro D. Pedro, a Porto Seguro apresenta o show Drama’n Jazz, com Alessandra Maestrini, uma das importantes atrizes de sua geração, sendo também excepcional cantora, com destacada atuação em musicais, por todo o Brasil.
O show Drama’n Jazz marca o lançamento de seu primeiro CD, com o mesmo nome, e também de sua primeira turnê solo, como cantora, trazendo no seu repertório clássicos do Jazz e dos musicais, mas também músicas originais da própria Alessandra, bem como versões de sua autoria, como, por exemplo, a primeira versão da obra Eu te Amo para o Inglês, aprovada por Chico Buarque.
Petrópolis em Cena Produções assina a produção local do espetáculo,  que tem  direção e cenários de Gringo Cardia. No palco, Alessandra é acompanhada do pianista João Carlos Coutinho. Clientes Porto Seguro e acompanhante conferem o show com desconto de 50% na compra de ingressos.

SOBRE A ATRIZ
Natural de Sorocaba-SP, Alessandra Maestrini desde cedo gostava de música, literatura e arte em geral. Quando menina costumava criar cenas, escrever, cantar, dançar, desenhar e dirigir os amiguinhos.
Já morando no Rio de Janeiro, fez um curso de férias com Cláudia Jimenez e aos 11 anos entrava para o Tablado. Começou a estudar canto aos 15 anos (que posteriormente virariam aulas de canto lírico com a conceituada professora Vera do canto e Mello). Aos 17 anos ganhou uma bolsa de teatro e música para estudar nos Estados Unidos, na Universidade de Evansville, em Indiana.
Voltando ao Brasil, entrou para o elenco do premiado musical "As Malvadas", de Charles Möeller e Cláudio Botelho. A partir de então não parou mais, alternando trabalhos em teatro, televisão e cinema. Além de "As Malvadas", Alessandra participou de diversos musicais de sucesso, como "O Abre Alas", "Rent" (no papel de Maureen Johnson), "Les Miserables" (no papel de Fantine) e "Ópera do Malandro", de Charles Möeller e Cláudio Botelho (no papel de Lúcia). A participação no musical de Chico Buarque pode ser considerada um divisor de águas na sua carreira. Apesar de o papel de Lúcia não ser o principal, Alessandra conseguiu chamar a atenção por sua interpretação de "Palavra de Mulher", que teria emocionado o próprio autor. Em seguida, Alessandra participou do espetáculo "Ópera do Malandro em Concerto", uma versão mais compacta da "Ópera".
A atriz também trabalhou com Lázaro Ramos e Drica Moraes na peça "Mamãe não pode saber", e estrelou "O Casamento do Pequeno Burguês", que lhe rendeu uma indicação ao Prêmio Shell de Melhor Atriz em 2004.
No cinema, trabalhou com os diretores João Falcão ("Fica Comigo essa Noite"), Miguel Falabella ("Polaróides Urbanas") e Gleyson Spadetti ("O Labirinto"). Na televisão, participou da minissérie Chiquinha Gonzaga, do programa Sob Nova Direção e, em 2007, da minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes, onde viveu Soledad, cantora da companhia de zarzuela de Maria Alonso (Christiane Torloni).Em 2007, Alessandra estreou o espetáculo musical "7", da dupla Charles Möeller/Claudio Botelho. O papel foi escrito especialmente para ela.
De 2007 à 2009 Alessandra esteve no ar, pela Rede Globo no seriado "Toma Lá Dá Cá", de Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa, no papel da divertida empregada Bozena, personagem que divertiu o público com as histórias hilárias de sua terra natal, Pato Branco, no Paraná.
Conciliando o final das gravações de "Toma Lá Dá Cá", entrou em tournée pelo Brasil junto a Reynaldo Gianecchini com a peça, "Doce Deleite", dirigida por Marília Pêra, e começou a gravar a novela "Tempos Modernos" dando vida a cantora de ópera Ditta. Além de mostrar talento para o drama, Alessandra que é Soprano coloratura impressionou o púplico nas cenas da ópera "Tosca" de Giacomo Puccini e ganhou inúmeros fãs, com a interpretação de "Trust Me" da rockeira Janis Joplin.
Em 2010, Alessandra gravou a canção True Colors de Cindy Lauper para a trilha sonora internacional da novela Ti-Ti-Ti. A música agradou tanto, que foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, na primeira vez que foi ao ar. Em 2011 foi a estrela do musical New York,New York que ficou em  cartaz em São Paulo no Teatro Bradesco e em 2012 lança seu primeiro CD Drama’n Jazz.
No ano de 2013 viaja o Brasil com seu show Drama'n Jazz, com a comédia “A Partilha” de Miguel Falabella e com o musical New York New York. Na TV estreia no fim de Outubro de 2013 a série Correio Feminino no programa dominical Fantástico, na Rede Globo.

ASSISTA AOS VÍDEOS

FICHA TÉCNICA
Elenco: Alessandra Maestrini
Direção: Gringo Cardia
Direção Musical: João Carlos Coutinho
Consultoria de repertório do CD: Nelson Motta
Produção e Realização: Maestrini Produções e Jorge Elali Produções
Produção local: Petrópolis em Cena
Promoção: TV Globo

SERVIÇO
“Drama’n Jazz”
Gênero: jazz
Duração: 75min
Classificação indicativa: 16 anos
Dia: 30 de Novembro de 2013 (sábado)
Horário: 21 h     
Local: Theatro D. Pedro
Praça dos Expedicionários S/N – Centro, Petrópolis (RJ)
Tel.: (24) 2235-3833 – bilheteria / (24) 8819-5238 – produção local

INGRESSOS
R$ 60,00 (inteira)
 R$ 30,00 (meia p/estudantes, idosos, ppdf )
Clientes Porto Seguro e um acompanhante (individual) pagam meia entrada (cada)*
(*) Para participar da promoção, é necessário apresentar o Cartão de Cliente Porto Seguro.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.