O Duo Fênix é uma das atrações do evento. (Divulgação)

Entre os dias 18 e 27 de julho realiza-se a 14ª edição de um dos mais esperados festivais de inverno do Estado do Rio de Janeiro. Neste período, a Dell’Arte promove com o apoio das Prefeituras um verdadeiro mergulho na música clássica, trazendo ainda shows, balés, ópera e corais, além de jovens e promissores pianistas.
O Festival ocupará em Petrópolis diversos locais da cidade, como Museu Imperial, Palácio de Cristal, Theatro D. Pedro, Hotel Solar do Império e a Casa Cláudio de Souza, entre outros. Presenças de atrações nacionais e internacionais garantem 10 dias de entretenimento do mais alto nível.
O Festival dará particular ênfase a apresentações de ópera em versão pocket, lançando também novas vozes. Um dos objetivos do festival ao longo de 14 edições tem sido descobrir talentos, dando-lhes oportunidade de se apresentar.  Entre eles a soprano Angelica de La Riva, os jovens pianistas João Elias, Patrick Rodrigues, Aleyson Scopel e Patricia Glatzl.
Nesta edição do Festival acontecerá o retorno do Duo Fênix, formado por Claudio Dauelsberg e Délia Fischer, responsáveis por uma renovação, na década de 80,  na linguagem musical instrumental. 
Os ingressos são todos a preços populares e muitos espetáculos têm entrada franca mediante a doação de um quilo de alimento não-perecível, em prol da Campanha da Solidariedade.
14º  Festival de Inverno de Petrópolis/Dell’Arte – 18 a 27 de julho de 2014
Mais informações, em breve, no www.facebook.com/FipetDellarte

SOBRE A DELL’ARTE
A empresa foi pioneira no Brasil ao investir na década de 1980 em promoção de espetáculos clássicos, trazendo ao país os grandes nomes da música e proporcionando ao público e artistas locais o conhecimento e a formação de novas plateias para a música erudita.
Para a Dell’Arte, a realização de espetáculos com elevado conteúdo artístico e cultural é uma
Com três décadas de expressiva atuação, a empresa apresenta uma importância histórica para o cenário da música e dança no Brasil, pois criou referências de qualidade, colaborou com o desenvolvimento de artistas e com a formação de plateias. Outra importância histórica foi seu papel fundamental para o desenvolvimento da Lei Rouanet, onde projetos da empresa foram utilizados pelo Ministério da Cultura para criar a modelagem dos parâmetros de avaliação para a formatação de projetos e prestação de contas dos patrocínios culturais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.