Ouvir música faz bem à alma e cantar junto, mais ainda. Uma boa oportunidade para os
amantes do repertório de música popular brasileira é a apresentação gratuita da Serenata Imperial que acontece no dia 26 de março, às 20h, no Palácio de Cristal. Neste mês, o grupo presta várias homenagens, lembrando o compositor Adelino Moreira, o Dia Internacional da Mulher e o aniversário de 172 anos de Petrópolis. A Serenata Imperial é um projeto realizado pela Prefeitura de Petrópolis, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, sob a coordenação de Odi Flávio e Vera Simas.
Segunda apresentação deste ano – a primeira foi o Carnaval em Serenata –, vai receber no Palácio de Cristal visitantes de Duque de Caxias, além dos petropolitanos e turistas em geral que também costumam ir conhecer este belo trabalho. O grupo de 20 integrantes, entre cantores e músicos, vai “distribuir rosas em homenagem às mulheres e cantar também o hino de Petrópolis”, conta Vera. Os velhos sucessos de Adelino Moreira como “A volta do boêmio”, “Negue”, “Fica comigo esta noite” e alguns outros, certamente vão emocionar o público que ainda poderá curtir músicas como “Nada além” de Custódio Mesquita e Mário Lago, “Emoções” de Roberto Carlos, “Risque” de Ary Barroso e inúmeras outras canções maravilhosas das quais muitos sentem saudades.
Em todas as apresentações são distribuídos livretos com as letras das músicas para que a platéia acompanhe e participe. Odi Flávio lembra que a renovação é necessária no grupo para que a serenata nunca morra: “fazemos ensaios às quartas-feiras, das 19h às 21h30, no Centro de Cultura Raul de Leoni e quem quiser fazer parte é só chegar, não há restrição de idade”. Neste 2015 a Serenata Imperial completa 18 anos de atividades e a comemoração será no mês de maio, com programação especial que já começou a ser desenhada. 
As apresentações, sempre gratuitas, acontecem toda última quinta-feira do mês no Palácio de Cristal. O projeto foi criado pelo saudoso Wilson Fagundes, já falecido, e desde 2005 está sob a coordenação de Odi e Vera Simas. Embora não haja qualquer faixa de idade obrigatória, o grupo é composto por músicos e seresteiros em sua maioria da terceira idade, gente de grande animação que durante todos esses anos vem fazendo a Serenata e mantendo o seu sucesso, contando com a participação do jovem Laio Simas, que desde os 7 anos de idade toca cavaquinho entre os mais maduros. O projeto foi incluído no Mapa da Cultura do Estado do Rio de Janeiro, entre os destaques da Cultura em Petrópolis. Para quem quiser ir aos ensaios, o Centro de Cultura Raul de Leoni fica na praça Visconde de Mauá, 305, Centro e para as apresentações o Palácio de Cristal fica na rua Alfredo Pachá, s/nº, Centro.   Mais informações pelo Disque Turismo: 0800 024 1516.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.