Mais uma comemoração do Dia do Ferroviário vai agitar o Centro Cultural Estação
Nogueira no fim de semana após os feriados. No dia 25 de abril, homenagens, palestras, apresentação musical e abertura de exposições vão marcar esta data, cuja importância está inserida na história da cidade. A programação gratuita tem como tema “Lá vem o trem” e é promovida pela Prefeitura de Petrópolis por meio da Fundação de Cultura e Turismo, envolvendo personalidades petropolitanas ligadas ao tema da preservação ferroviária e todas as suas tradições.
Além da animada música da dupla Suzi e Dino com temas de estradas e ferrrovias, a comemoração do Dia do Ferroviário vai contar com as palestras, de Luiz Carlos Veiga (intitulada "Baroneza II - A jornada de uma locomotiva") e a Antonio Carlos Pastori (com o título “Breve História da Estrada de Ferro Leopoldina e sua importância para Petrópolis”. A programação começa às 17h e haverá também entrega de certificados aos homenageados. O Centro Cultural Estação Nogueira fica na Av. Leopoldina, 317, junto à praça de Nogueira.
Ganha destaque a exposição “As Locomotivas” que vai mostrar fotografias, banners, miniaturas e objetos antigos relativos ao tema, aberta à visitação até o dia 31 de maio (segunda a sábado, 9h às 17h; domingos e feriados, 9h às 13h). A mostra foi organizada por Luiz Carlos Veiga, engenheiro, ferroviarista, coordenador da Regional de Petrópolis da AFPF, amigo do Museu do Trem e morador de Nogueira. A palestra dele será sobre a jornada trilhada por uma locomotiva que nasceu em 1890 e hoje, totalmente restaurada, está estacionada em frente à plataforma da antiga Estação Ferroviária de Nogueira. Trata-se da BARONEZA II que, há pouco mais de um mês, atrai a atenção de todos que visitam a Praça de Nogueira, reformada recentemente pela Prefeitura de Petrópolis. A palestra de Antonio Pastori –economista, ferroviarista, historiador e pesquisador, mostrará a importância da Estrada de Ferro Leopoldina e seu significante papel no desenvolvimento da cidade. 
A dupla formada por Suzane Werdt e Dino Fernandes vai apresentar um repertório musical recheado de MPB, rock, forró, samba e world music, de Geraldo Azevedo a Britney Spears, de Paulinho da Viola ao Queen, com ênfase nas canções em homenagem ao Dia do Ferroviário.  O público vai conferir as releituras de composições conhecidas, mas que raramente são contempladas no formato “voz e violão”.  
Todos os anos o Centro Cultural Estação Nogueira comemora o Dia do Ferroviário, preservando a memória deste que foi um grande empreendimento econômico na época. Tão imensa foi sua importância, que no brasão da cidade de Petrópolis foi inserida uma linha férrea, homenageando os trilhos que impulsionaram o desenvolvimento social, econômico e turístico da Cidade Imperial.  A cidade possui, portanto, muitos apaixonados pelo trem, defensores de sua volta. O primeiro trecho da Estrada de Ferro Petrópolis, mais tarde E.F. Mauá, ligava o Porto de Guia de Pacobaíba a Fragoso, em Magé, construído por Irineu Evangelista de Sousa e inaugurado pelo Imperador D. Pedro II, em 30 de abril de 1854, assim sendo, há 161 anos, era realizada a primeira viagem de trem da história do Brasil e, por essa razão, essa data foi escolhida para ser o “Dia do Ferroviário”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.