"Como um risco no céu... avisando que 'tá pra chegar"

Há 15 anos, a banda Rixco estava em plena turnê de lançamento do primeiro CD, tocando rock por
aí. Para celebrar, o quarteto original - Leo Leal (voz e violão), Paulinho Cabral (guitarra), Jorge Valladão (baixo) e Flavio Berredo (bateria) - volta para show na XXVI Expo Petrópolis, no dia 29 de abril, data de abertura do evento, às 21h.
Foram 5 mil cópias vendidas do CD "Rixco" com mais de 50 apresentações para um público estimado de 100 mil espectadores nos estados do Rio, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Desde o show de lançamento, em novembro de 1999, no Mistura Fina, na Lagoa, no Rio, os músicos viveram momentos especiais, como as aberturas para o Kid Abelha em exposições pelo interior fluminense e mineiro, e os shows nas edições 2000 e 2001 da Expo Petrópolis.
O dia mais emblemático aconteceu quando o Rixco tocou no Metropolitan (atual Citibank Hall), na Barra, com Barão e Kid Abelha na mesma noite, em 4 de janeiro de 2000. A luta no cenário independente exigiu esforço do quarteto com suas recompensas como ter suas canções de autoria própria tocando nas rádios Fluminense, Cidade, no Rio, 89FM, de São Paulo, clipe na MTV, além de todo o apoio da mídia e do público de Petrópolis.
Para o show do dia 29, a proposta é de celebração entre lembranças das músicas próprias, como "Limites" e "Tudo bem", do primeiro CD, produzido por Kadu Menezes, e canções de outros artistas nacionais e internacionais. "A vontade é imensa de fazer um grande show para comemorar, agradecer Petrópolis por todo o carinho de sempre e nos divertirmos todos juntos", diz o baterista Flavio Berredo.
O Rixco começou em 1995 com um show da Sala Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura, com a base de ex-integrantes da banda Matriz, fenômeno de popularidade da cidade no início dos anos 90. Com muito trabalho, o quarteto deu sequência, somando mais sucesso e arrebatando fãs por onde passou. A ponto de poder voltar à Expo Petrópolis para o aniversário de 15 anos do primeiro de seus dois CDs: reconhecimento.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.