Serão abertas neste fim de semana as quatro novas exposições do Centro de Cultura Raul de Leoni, dentro da programação cultural da Prefeitura de Petrópolis para o mês de maio, realizada por meio da Fundação de Cultura e Turismo. Na noite desta sexta-feira serão realizados os coquetéis de abertura de três delas: “Ancestralidades”, de Carmem Teresa Elias, “Nada se Perde Tudo se Recicla”, de Zé Filho, e a coletiva “Preto – Branco – Cinza”.  A elas virá se juntar, a partir do sábado, 9, a mostra fotográfica Perspektiva, de Rafael Ramilo e Vitor Carvalho. O público que visitar as galerias do Centro de Cultura poderá conferir a variedade das linguagens artísticas das mostras, todas com entrada franca. Confira os detalhes:

ANCESTRALIDADE, de Carmem Teresa Elias (FOTO)– São 30 telas em que a artista dá vão à sua busca filosófica que envolve espírito e corpo, essência e matéria, fazendo uma releitura contemporânea da pintura rupestre e passando pelo Abstracionismo, Impressionismo, Expressionismo e outros estilos. Acompanhando as telas, Carmem Teresa Elias, também poeta, mergulha no Atmaísmo, expressão artística que mescla imagem e texto. Ela apresenta o livro homônimo “Ancestralidades”, no qual cada tela é acompanhada de um texto poético sensibilizador, reflexivo e filosófico. 
A mostra ocupa a galeria Aloísio Magalhães, com visitação até 7 de junho, de terça a sábado, das 10h às 18h. O coquetel acontece às às 18h30 de hoje.

PRETO - BRANCO - CINZA, mostra coletiva de artes – Pintura, desenho, gravura, fotografia e objetos compõem a mostra dos artistas que aceitaram o desafio de criar suas obras, encontrando soluções estéticas dentro da limitação no uso das cores. Tal como fizeram, em 1954, artistas que participaram da terceira edição do Salão Nacional de Arte Moderna.Participam desta mostra Cristina Lima, Denise Campinho, Inez Petri, Moisés Pregal, Paulo Campinho, Paulo Mendes Faria e Pedro Vizzini.
A exposição está na Galeria Djanira até 31 de maio e pode ser visitada todos os dias nos seguintes horários: de terça a sábado, das 10h às 18h; domingo, das 10h às 17h. O coquetel de abertura será às 19h de hoje.

NADA SE PERDE TUDO SE RECICLA”, de Zé filho (FOTO) – Com reaproveitamento de peças descartadas em sua oficina de estofamento auto-motivo, o estofador e empresário José Filho do Nascimento desenvolvou sua arte, criando, com soldas e processos químicos, parafusos, velas, correntes, ferramentas, cabeçotes de motor, coroas de bicicleta, discos de freios e os mais variados objetos. Desde 2014, através de sua sensibilidade artística e preocupação ecológica com a sustentabilidade, criou um trabalho sustentável e contemporâneo.
 A exposição está na Galeria Van Dijk até o dia 2 de junho e pode ser visitada todos os dias nos seguintes horários: de terça a sábado, das 10h às 18h; domingo, das 10h às 17h. O coquetel de abertura será às 19h de hoje.

PESPECKITVA – fotografias de Rafael Ramilos e Vitor Carvalho – A proposta dos jovens fotógrafos (*23 e 20 anos, respectivamente), que utilizam seus celulares, é apresentar uma síntese de sua visão sobre o cotidiano, revelando as emoções que captam, detalhes, sentimentos, cores, texturas, pessoas e paisagens que estão no nosso dia-a-dia e que, por muitas vezes, passam desapercebidos.  Elas estão apresentadas em cinco blocos temáticos.
 A exposição está no Espaço Alternativo até o dia 7 de junho e pode ser visitada todos os dias, a partir do sábado, 9, nos seguintes horários: de terça a sábado, das 10h às 18h; domingo, das 10h às 17h.
O Centro de Cultura Raul de Leoni fica na Praça Visconde de Mauá, 305, Centro Histórico. Telefone: 2233-1200.


Mais informações: Disque Turismo 0800 024 1516

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.