Luís Lage, artista plástico radicado em Petrópolis. (Divulgação)

O artista Luís Lage apresenta a exposição “Geométrica” este mês na Galeria Peter Brian Medawar, no Parque de Exposições de Itaipava, onde poderá ser apreciada no período de 8 a 31. Do encontro com o papel branco e nanquim, a ideia toma formas geométricas nas mãos do artista, que também expõe seus trabalhos na Câmara Municipal de Petrópolis até o dia 16 de deste mês.
Luís Lage é natural da Cidade do Rio de Janeiro, mas escolheu Petrópolis para desenvolver sua arte em um estúdio no Rocio onde se identifica cada vez mais com a cidade. Desde sempre observador dos detalhes matemáticos presentes em cada elemento da paisagem, dos quais extrai os elementos que remete ao papel, Luís Lage, cuja extensa obra é composta de quadros de tinta nanquim, encanta por suas criações que possuem um estilo único.
Da experiência como engenheiro em projetos de grandes máquinas e sua relação com o desenho tridimensional, o artista desenvolveu uma natural admiração pelo trabalho do precursor da op-art (optical art), Victor Vasarely (1908). Tal
inspiração torna os trabalhos de Luís Lage "obras abertas", cujo resultado se transforma segundo o ponto de vista do observador, estimulando sua percepção do detalhe e do conjunto, dele demandando, através da alternância de dimensões, mais que o "olhar", o "ver".
Já na página inicial de seu site, www.lageartegeometrica.com, o artista sintetiza sua arte como "um encontro com o papel em branco", cuja tensão da vontade criativa se resolve em forma simétrica, geométrica: são linhas que ora se procuram, ora se repelem, buscando a beleza prestes a saltar ante nossos olhos.

Os quadros não recebem nomes, mas sim códigos alfa-numéricos, o que, antes de tudo, é uma declaração da vontade do autor de não viciar o olhar de quem contempla, sendo um convite a que este o faça segundo sua própria história de vida, e possa carregar um fragmento de memória de algo cujo nome é criação sua, e só sua, transformando aquela  obra em uma co-autoria. Tal é a declaração política do autor: o respeito pela individualidade da apreensão do significado do mundo.

Serviço
“Geométrica”
Exposição de Luís Lage
De 8 a 31 de Janeiro na Galeria Peter Brian Medawar (Parque de Exposição de Itaipava)
Entrada: franca


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.