Catedral de Suchitoto
Que tal começar 2016 com uma dica de destino interessante! O jornalista Marcos Junior T. Oliveira visitou El Salvador, na América Central, e preparou algumas dicas especiais para os leitores do Petrópolis em Cena. Boa leitura e viagem!

O Destino
El Salvador tem pouco mais de 20.000 km², similar ao Estado de Sergipe, e proporciona
uma grande experiência turística. Tem desde belas praias, florestas bem preservadas, lagos, rios, cachoeiras, vulcões, cidades coloniais, sítios arqueológicos. Tem opções para todos os tipos de gostos e bolsos. El Salvador viveu uma guerra civil até 1992 e de lá para cá tudo mudou.
A maioria dos brasileiros que visita o destino é formada por surfistas. Tem um clima tropical, com duas estações bem definidas: uma é caracterizada pela chuva (de maio a outubro) e a outra quando raramente chove (de novembro a abril), a melhor opção para viajar. A temperatura habitual é de 38ºC. Já a água do mar é de 32ºC.

O que fazer
San Salvador: capital é a maior cidade do país. A partir dela dá para fazer vários passeios no estilo “bate e volta” pelas distâncias curtas. O destaque fica por conta da Catedral no centro histórico e o parque El Boqueron, onde está o vulcão San Salvador. A região central é bem desorganizada e tem muitos ambulantes. Um bairro cheio de outlets, shoppings e hotéis internacionais é Colonia San Benito.

Joya de Cerén: sítio arqueológico localizado no estado de La Libertad e declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1993. É um dos mais importantes sítios mesoamericanos onde é possível conhecer detalhes da vida quotidiana de uma aldeia agrícola maia do século VII. Tem loja de artesanato e um museu.

Concepción de Ataco: Localizada no estado de Ahuachapán, na serra Apaneca-Ilamatepec, é uma cidade integrante da Rota das Flores. Fundada pela tribo Nahuas, destaca-se pelas pinturas nos muros das casas e as ruas de pedra, referência à era colonial.

Suchitoto: pequena cidade histórica é para obrigatória para quem visita El Salvador. Cheia de vida é uma vila rica em manifestações culturais, casarões coloniais e paisagens deslumbrantes como Lago Suchitlán. Além da Catedral na praça principal.

Como chegar
Não existem voos diretos entre o Brasil e El Salvador, a melhor opção é através da Avianca Holdings com escala em Lima, Peru. Um projeto inovador é o Stop Over. Ótima oportunidade para turistas em trânsito aeroportuário conhecem o país por até 48 horas, sem custos adicionais.

Dicas práticas
O país tem uma gastronomia riquíssima e parte integrante da cultura salvadorenha. Vale à pena degustar as famosas “Pupusas” em uma “pupuseria”. Por questões práticas é recomendado aos turistas que sempre bebam água mineral para evitar problemas de saúde. Ninguém tem problemas na hora de trocar dinheiro, pois em l Salvador a moeda oficial é o dólar americano.

Serviço:
O site oficial do Turismo de El Salvador é www.elsalvador.travel
(*)O jornalista viajou a convite do Ministério de Turismo de El Savador, Corsatur, Escritório Comercial de El Salvador em São Paulo e Avianca. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.