“Leite Derramado”, de Chico Buarque, ganha o Prêmio Jabuti 2010 de Melhor Livro do Ano de Ficção
"O Tempo e o Cão", de Maria Rita Kehl, conquista o Prêmio Jabuti 2010 de Melhor Livro do Ano de Não-Ficção
A CBL (Câmara Brasileira do Livro), organizado do mais importante prêmio literário do País, o Jabuti, anunciou nesta quinta-feira (4/11) à noite, em cerimônia na Sala São Paulo, na capital paulista, com a presença de cerca de 1.300 pessoas, os ganhadores de Melhor Livro do Ano de Ficção e Melhor Livro do Ano de Não-Ficção.
“Leite Derramado” (Companhia das Letras), de Chico Buarque, ganhou o Prêmio Jabuti de Melhor Livro do Ano de Ficção.
"O Tempo e o Cão" (Boitempo Editorial), de Maria Rita Kehl, venceu o Prêmio Jabuti de Melhor Livro do Ano de Não-Ficção.
Cada ganhador do grande prêmio levou 30 mil reais.
Na cerimônia, foi feita ainda a entrega do 51ª Prêmio Jabuti aos três vencedores (primeiro, segundo e terceiro lugares) em cada uma das 21 categorias do concurso — confira a lista completa no site http://www.cbl.org.br/jabuti/telas/resultado/ . O primeiro lugar em cada categoria recebeu 3 mil reais.
Também foi entregue o prêmio “Voto Popular” (votação feita pela internet criada este ano) do Jabuti 2010. Os vencedores foram: ficção — “Leite Derramado” (Companhia das Letras), de Chico Buarque; e não-ficção — “Linguagem Formal: Teoria, Modelagem e Implementação” (Bookman), de Marcus Vinícius Midena Ramos, João José Neto e Ítalo Santiago Vega. Cada vencedor nessa láurea recebeu uma placa em homenagem à conquista.
Chico Buarque esteve presente a cerimônia para receber seus prêmios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.