Alunos de Comunicação da Estácio assinam o projeto visual da biblioteca móvel  
O projeto “Livro no Ponto” está entre os dez pontos de cultura que concorrem ao prêmio Rio Sociocultural 2011, que avalia as melhores iniciativas culturais do Estado. A premiação, idealizada pela organização Rio Solidário, Instituto Cultural Cidade Viva e Sebrae-RJ, tem o objetivo de valorizar, divulgar e promover ações que contribuam para o crescimento cultural da sociedade. No total, foram inscritos 320 projetos. Destes dez selecionados, cinco receberão o prêmio, sem ordem de classificação. O resultado será divulgado em abril, mas o dia ainda não foi divulgado.
O projeto, idealizado por Renato Ceschini e Naja Calaza, da empresa Multicriações Culturais, é mantido através do patrocínio da GE Celma e de recursos da Lei Rouanet, do Governo Federal. A proposta é colocar obras literárias à disposição das pessoas, nos terminais de ônibus da cidade, utilizando estandes em formato de livro. Essas pequenas bibliotecas são dotadas de um computador, que controla o cadastro de leitores e o acervo – que tem cerca de mil exemplares – todos em ótimo estado de conservação.  “O objetivo é levar o livro para a rotina das pessoas. Já temos mais de 400 pessoas cadastradas", destaca Renato.
O projeto nasceu nos terminais rodoviários de Petrópolis, mas já desceu a Serra, totalizando quatro unidades em Petrópolis e uma no Rio de Janeiro. A programação visual da biblioteca móvel foi desenvolvida por alunos do curso de Comunicação da Universidade Estácio de Sá - Campus Petrópolis. “A agência Sapiens, além de desenvolver a programação visual, nos deu todo apoio e força necessários para que o projeto se tornasse uma realidade”, afirma Renato Ceschini.
"Foi um imenso prazer participar desse projeto, ainda mais por ter um cunho cultural. A nossa equipe se empenhou bastante, e creio que a indicação ao Prêmio Rio Sociocultural foi fruto do trabalho desempenhado por todos os responsáveis. Para os alunos, é muito gratificante fazer parte de projetos vencedores", afirmou a aluna Cláudia Barbosa, que participou do projeto. A coordenadora do curso de Publicidade, professora Beatriz Galvão, afirmou que os alunos abraçaram a causa assim que surgiu a proposta.
FONTE: Assessoria



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.