Apresentação será nesta sexta-feira, a partir das 20h

O Sistema FIRJAN, por meio do programa SESI Cultural, traz à serra nesta sexta-feira um dos maiores nomes da Música Popular Brasileira. Wagner Tiso, acompanhado de Marcio Malard, faz show no Palácio de Cristal, Petrópolis. A apresentação começa às 20h. Os ingressos já estão à venda e custam R$ 10.
Maestro, compositor, instrumentista e arranjador, Wagner Tiso sobe a serra com a bagagem de quem começou sua carreira muito jovem. Mineiro de Três Pontas, Minas Gerais, ele integrou, com Milton Nascimento, o conjunto Luar de Prata. Em seguida, os W’s Boys, que tinha Milton Nascimento como vocalista.
Nos seus mais de 50 anos de carreira, está à vontade tanto no jazz quanto  à frente de uma orquestra sinfônica, executando sua obra. Wagner ampliou seus horizontes em diferentes direções: música popular, sinfonias, ópera, trilhas para cinema, teatro e televisão, jazz e balé.
Os críticos rasgam elogios. Wagner é um músico original, não imita ninguém. Dizem eles que sabe como poucos extrair das suas formações orquestrais uma unidade e coesão absolutas, como disciplina, espírito de grupo e excepcional musicalidade.
Wagner Tiso se apresenta de várias formas: em solo, em duo, em trio, em quarteto, em quinteto, com banda, orquestra, e ainda é um dos mais requisitados arranjadores do país. Tem mais de 30 discos gravados,
Wagner já se apresentou com as maiores Orquestras Sinfônicas do Brasil, e também orquestras de outros países, na maioria das vezes como solista e, algumas vezes como maestro. Mas sempre homenageando os maiores compositores brasileiros. É, ainda, um dos arranjadores preferidos pelos grandes nomes da MPB, como  Gilberto Gil, Milton Nascimento, Tom Jobim, Chico Buarque, Ataulfo Alves, Noel Rosa, Pixinguinha, Ary Barroso, Nelson Cavaquinho,  Paulinho da Viola,  Caetano Veloso, Gal Costa, Maria Bethania, Gonzaguinha, Djavan e tantos outros. Vale lembrar que os maiores clássicos de Tom Jobim e Heitor Villa-Lobos tiveram arranjos especiais criados por Wagner Tiso.
Wagner já esteve à frente do Clube da Esquina, ao lado de Milton Nascimento, Beto Guedes, Tavinho Moura, Flavio Venturini, Fernando Brant, e outros que participaram e tocaram com o Clube da Esquina.  Esteve também à frente do Som Imaginário ao lado de Toninho Horta, Tavito, Nivaldo Ornelas, Fredera, Luis Alves e Robertinho Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.