Considerado um dos maiores violonistas brasileiros, Yamandu Costa já percorreu os mais importantes palcos do país e do mundo, participando de grandes festivais e vencendo os prêmios mais relevantes da música nacional. Com objetivo de promover a cultura brasileira, o Sesc Rio traz esse talento para única apresentação no Sesc Quitandinha, no próximo dia 8/11, às 21h. O show marca a abertura do Festival Sesc Rio de Blues e Jazz em Petrópolis. Os ingressos começam a ser vendidos nesta terça-feira (6/11), na bilheteria do local, e custam R$ 8 (inteira) e R$ 2 (associados Sesc Rio).
A apresentação será baseada no repertório do primeiro CD solo do violonista, “Mafuá”, lançado ano passado (Biscoito Fino). Um sofisticado álbum instrumental que faz uma verdadeira mistura de ritmos. Gravado na Alemanha, em 2007, em três dias de muito frio, o disco revela a faceta autoral do músico. A história de “Mafuá” começou dois anos antes, em 2005, quando Yamandu se apresentou naquele país. Na plateia, estava o também violonista, produtor e engenheiro de som Peter Finger, que ficou impressionado com o que viu e ouviu. Ao final da apresentação, ele convidou o músico gaúcho para gravar um CD.
No intervalo entre o convite e a gravação, Yamandu montou seu repertório com calma. “Eu vinha trabalhando há muito nesses temas, demorou pra eu pensar em fazer um disco solo, leva um tempo até que você tenha tranquilidade para gravar. Dessa vez, senti que eles já tinham amadurecido e que gravá-los era uma forma de me desapegar deles”, analisa o violonista. Das 13 músicas do repertório, apenas três não são de sua autoria: a faixa-título “Mafuá” (Armandinho Neves), “Quem é você” (Zé Gomes) e “Lalão” (Lalão).
O Festival Sesc Rio de Blues e Jazz vai reunir artistas nacionais e internacionais, em novembro. Serão 14 atrações que vão se revezar por seis cidades do estado do Rio durante 16 dias de evento, somando mais de 60 apresentações. No Sesc Quitandinha, acontece entre os dias 8 e 10 de novembro. No dia 9/11 (sexta-feira), os shows serão de Dudu King Trio e Taryn Szpilman. No dia 10/11 (sábado), Funk como Le Gusta e Blues Band Vidro encerram a programação. O evento será realizado também nas unidades de Teresópolis, Nova Friburgo, Barra Mansa e Campos, além de Tijuca, Engenho de Dentro e Teatro Sesc Ginástico (todas no Rio de Janeiro), de 5 a 29 de novembro. 
Além das apresentações musicais, o público ainda poderá acompanhar gratuitamente ensaios abertos para conhecer como os artistas fazem os últimos ajustes de som e luz para que as apresentações sejam um sucesso. No Sesc Quitandinha, os espectadores poderão curtir, gratuitamente, o ensaio de Taryn Szpilman, na sexta-feira (9/11), às 16h. Também fazem parte da programação exposições de artes visuais inspiradas no universo do Jazz e do Blues e exibições de filme, seguidas de debates com especialistas. Na sexta (9/11) e no sábado (10/11), serão exibidos documentários da série “Jazz – Um filme de Ken Burns”, com um bate-papo com o contrabaixista do grupo jazzístico Serra Velha, Felipe Depoli. A entrada é gratuita.

REPERTÓRIO YAMANDU COSTA
El negro del blanco (Yamandu Costa)
Elodie (Yamandu Costa)
Mafuá (Armandinho Neves)
Samba pro Rafa (Yamandu Costa)
Zamba tuerta (Yamandu Costa)
Bachbaridade (Yamandu Costa)
Bostemporânea (Yamandu Costa)
Choro loco (Yamandu Costa)
Caminho de luz (Yamandu Costa)
Quem é você (Zé Gomes)
Ressaca (Yamandu Costa)
Lalão (Lalão)
Tipo bicho (Yamandu Costa

PROGRAMAÇÃO I FESTIVAL SESC RIO DE BLUES E JAZZ
Sesc Quitandinha
Av. Joaquim Rolla, 2. Tel.: (24) 2245-2020

SHOWS
8/11 (quinta-feira) – 21h – Yamandu Costa
9/11 (sexta-feira) – 21h – Dudu King e Taryn Szpilman
10/11 (sábado) – 21h – Blues Band Vidro e Funk como Le Gusta
Ingressos: R$ 2 (associados Sesc Rio), R$ 4 (jovens de até 21 anos, estudantes e maiores de 60 anos), R$ 8 (inteira). Os ingressos serão vendidos na bilheteria da unidade.
Capacidade: 280 lugares
Classificação: 14 anos

ENSAIOS ABERTOS
9/11 (sexta-feira) – 16h – Taryn Szpilman
Grátis
Livre

EXPOSIÇÃO
“Nas vitrines do Blues e do Jazz” – O designer gráfico Rodrigo Medeiros vai transformar as vitrines da Galeria das Estrelas, com imagens trabalhadas em computação gráfica, trazendo o clima do Blues e do Jazz para o espaço.
Temporada – 6/11/2012 a 11/11/2012
Visitação: terça a sábado, 10h às 17h. Domingos, 10h às 16h.
Grátis
Livre

EXIBIÇÃO DE DOCUMENTÁRIOS DA SÉRIE “JAZZ - UM FILME DE KEN BURNS”
Horário: 18h
Sessões seguidas de debates com o contrabaixista do grupo jazzístico Serra Velha, Felipe Depoli
09/11 (sexta-feira) – 18h – Nascimento em New Orleans (1890-1917)
10/11 (sábado) – 18h – Começa a Era do Jazz (1917-1924)
Grátis
Classificação: verifique a classificação indicativa





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.