O painel assinado por Davi Baltar e Rodrigo Doug ganha destaque no Sesc Quitandinha. (Divulgação)

A expressão artística mais representativa das metrópoles estará presente em cada canto de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo durante a 13ª edição do Festival Sesc de Inverno. E 80% das atividades do maior evento cultural da Serra Fluminense serão gratuitas, realizadas em espaços públicos, visando a maior proximidade e interatividade com as plateias. Para dar um gostinho do que vem por aí, o público já pode apreciar três belos painéis inéditos, feitos exclusivamente para o evento, que acabam de ser instalados no Sesc Quitandinha, no Sesc Teresópolis e no Sesc Nova Friburgo.
Uma prévia sobre arte de rua com a ação cultural “Painéis temáticos para o Festival de Inverno 2014”, espaço de experimentação e conexão coletiva de diversos grafiteiros em três painéis – um em cada unidade do Sesc nas cidades da Região Serrana. Cada painel possui a dimensão de 8,80 m x 3,20 m e está disponível à visitação pública e gratuita. Enquanto eram grafitados, os painéis foram filmados por três videoartistas – um em cada cidade. Cada videoartista criou dois formatos diferentes de vídeos sobre o trabalho dos grafiteiros. Depois, realizaram a edição e finalização dos vídeos com edições diversas, somando seis videoartes – dois em cada cidade -, o que possibilitou ao processo uma visão artística durante a confecção de outra obra. Ou seja, a arte gerando um segundo processo artístico, que também fará parte da programação do Festival Sesc de Inverno. Vale a visita para contemplar o trabalho artístico em cada município.

Arte de rua
O movimento começou no final da década de 60, em Nova Iorque, e chegou ao Brasil no
final dos anos 70, em São Paulo. Hoje a corrente artística faz parte da identidade visual das grandes cidades. Contextualizada por ações individuais e coletivas, a arte urbana possui papel fundamental na democratização da arte e explora a interação e o diálogo entre diversas linguagens artísticas, como teatro, artes visuais, música, cinema, literatura e dança, através de oficinas, palestras, exposições, shows, apresentações e espetáculos teatrais. Todos visando estimular a inclusão social e cultural, a formação de plateias e o estímulo à reflexão e à transformação social.
– Meu maior foco é tocar as pessoas que estão vendo meu trabalho, a forma que elas interagem. Neste painel, fiz um rosto branco com uma expressão facial muito forte, criando uma sobrecarga de emoção. A execução do desenho do grafite é a menor parte no todo. Pinto faces que remetem ao realismo, mas de forma desconstruída. O importante é ver as pessoas associando estes rostos que pinto com personagens da cidade que elas conhecem – diz Rodrigo Doug, de Petrópolis.

SERVIÇO
Exposição “Painéis temáticos para o Festival de Inverno 2014”
Sesc Quitandinha
Grafiteiros: Rodrigo Doug (local), Airá Crespo (convidado), Davi Baltar (convidado).
Endereço: Av. Joaquim Rolla, 2, Petrópolis.
Telefone: (22) 2245-2020.
Horário: Ter. a qui. de 9h às 21h. Sex. e sab. De 9h às 23h, dom. e fer. de 9h às 22h.
Classificação etária: livre.
Valor: gratuito.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.