Premiação mais importante do cenário cultural em Petrópolis, a sétima edição do Prêmio Maestro Guerra-Peixe de Cultura 2016 já tem os seus indicados. A festa de entrega da estatueta aos vencedores será em março, em data e local a serem divulgados posteriormente. O prêmio é uma realização da Prefeitura de Petrópolis, com organização da Fundação de Cultura e Turismo, e faz parte da programação de aniversário da cidade.
Uma comissão julgadora formada por agentes culturais locais é responsável pela seleção dos que mais se destacaram no ano anterior em 11 categorias: Música Popular; Música Erudita; Teatro; Dança; Artes Visuais; Literatura; Comunicação; Audiovisual; Produção Cultural e Categoria Especial. O grupo que atuou em 2015 foi composto por Karin Pujol (presidente da Associação dos Grupos Folclóricos Alemães de Petrópolis); Rosane de Freitas (diretora da Casa Cláudio de Souza); Mirela Wilbert Guerra-Peixe (bailarina); Cláudio Partes (artista gráfico); Maria Luisa Rocha Melo (gerente da Biblioteca Municipal) e Rosemarie Borde Serafim (pedagoga e radialista).
Outra categoria também contemplada pelo prêmio é a de Notório Reconhecimento, que considera o conjunto da obra. O homenageado deste ano é o autor Aguinaldo Silva. Cada categoria contará com um padrinho para a entrega da estatueta ao escolhido. Há ainda a Janela para a Saudade, com apresentação de um vídeo em tributo aos agentes culturais que faleceram em 2015. O prêmio é uma forma de reconhecimento e de incentivo à produção cultural no município.

Conheça os indicados:

Música Popular: Gabriel Silva (espetáculo “Nuvens”); Rodrigo D’Ávila (atuação 2015); Anna Hannickel (concerto na Serra Serata); Marcelo Buddy (atuação 2015).

Música Erudita: Coral dos Canarinhos de Petrópolis (Concerto “O império brasileiro e sua música” no Museu Imperial); Anna Hannickel (apresentação no Festival de Inverno da Dell’Arte); Daniel Burlet (apresentação no Concerto ao Meio-Dia no Festival de Inverno da Dell’Arte); Coral Princesas de Petrópolis (Concerto Carmina Burana).

Dança: Rodrigo Werneck, Rosa Muller e grupo (coreografia na 2ª Festa da Índia – Árati); Giovane Silva (espetáculo “Nunca deixe de tentar”); Luiza Pessôa e Stella de Mello (coreografia de “À flor da pele”); Ballet Heloisa Schanuel (espetáculo “O Corsário”).

Literatura: Museu Imperial (4º Almanaque de Petrópolis – Memórias da educação em Petrópolis); Leandro Garcia (livro “Cartas de esperança em tempos de ditadura”); Márcio Noel (ilustração do livro “O travesseiro mágico”); Charbelle Jabbour Belmonte (livro “Palavra Encantada”).
Comunicação: Programa Viver Bem – TV Vila Imperial; Revista Casa & Campo – Tribuna de Petrópolis; Portal Acontece em Petrópolis.

Audiovisual: Ricardo Braun (documentário “Mar, Mangal, Marajó”); Rafael Waligator (produção em videografismo); Gregori Bastos (produções audiovisuais).

Produção Cultural:
Estúdio Aldeia; SESI Cultural; Márcia Cunha e Rodolfo Medeiros (Festival de Esquetes – FEESPE); VI Mostra Audiovisual de Petrópolis.

Categoria Especial: Roberta Berteli (12º Festival de Dança Sacra de Petrópolis); Casa Lygia Bojunga (projeto “Paiol de Histórias”); Palácio Itaboraí (Quartas Culturais); Meninas Cantoras de Petrópolis (40 anos).




Notório Reconhecimento: Aguinaldo Silva – dramaturgo, escritor, autor de novelas. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.