Jeane Avellar  (Foto: Adriana Kochem)


por Anna Paula Di Cicco

Uma mãe que dá vida a um filho que dá vida a uma personagem. Essa poderia ser apenas uma versão da história da ‘Filó de Uma História Só’. A personagem, que apesar do nome, tem inúmeros contos pra recitar, é uma faceta da mãe coruja Jeane Avellar. Mas já que iniciamos falando de seu filho, vamos voltar para onde tudo começou...
Era uma vez a mamãe Jeane, que todas as noites, ao colocar seu filho Heitor para dormir, tinha uma criatividade brilhante. Assim como os mágicos tiram coelhos da cartola, ela criava histórias e contos para entreter o pequeno. E assim, noite após noite, Heitor emergia num sono tranqüilo e sereno! 
E foi então, durante essas contações, que surgiu a personagem inventada em uma noite recheada de brincadeiras, uma saia azul e uma fita no cabelo. “A Filó é uma menina que vive na Floresta, convive com gigantes, fadas e duendes. Ela nasceu no Bosque dos Passarinhos e é amiga dos bichos. Quando começa a contação de histórias, ela sempre aparece procurando um coelho, uma tartaruga velhinha de casco amarelo, um passarinho azul e uma nuvem de borboletas. Como ela não os encontra – e eles são os ajudantes dela – as crianças ajudam a contar as histórias”, explica Jeane. 
As primeiras histórias são criação dela e de seu filho Heitor, mas que podem ser inseridas na vida de qualquer família, já que são voltadas aos valores dos pequenos sem perder a linguagem infantil. “São as histórias do Reino das Verdades Esquecidas, que tenho planos em transformar em um livro e lançar em breve.” Nesses textos, a Filó fala de respeito, liberdade de escolha e autoestima, entre outros assuntos que tem um jeito mágico de ser abordado. 
A Filó, que cronologicamente nasceu para nós, terrenos, em 2015, no mundo da magia e da contação, ela tem é muita experiência. É o que a sua criadora Jeane revelou em primeira mão ao Petrópolis em Cena. “Nunca tinham me perguntado a idade dela, mas eu estava preparada para se alguma criança me perguntasse. Eu ia responder algo do tipo: sou só uma menininha, tenho 205 anos, sou a mais nova da minha turma. Isso seria para dar a entender que ela não é normal, é meio mágica. Mas ela se comporta como menina e não como adulto”, ressalta.  
A Filó de Uma História Só anda passeando por aí, dando mais uma opção para as crianças se divertirem na Cidade Imperial. “Com essa visão do universo cultural infanto-juvenil em Petrópolis, percebi que havia nicho para outros tipos de evento para crianças, como as brincadeiras de antigamente, então criei esses eventos, realizados pela cidade, como o Piquenique Literário e a Oficina Ecobrinque”, aponta Jeane. 
Pra os papais e mamães que querem encontrar a rota das contações e dos eventos para os pequenos, onde Jeane também destaca projetos de terceiros, a publicação é sempre atualizada pelo site www.petropolisparacriancas.com.br, o qual ela idealizou com o intuito de dar um apoio cultural às famílias. É só clicar, escolher a programação e se divertir! 
Crédito: Adriana Kochem.


ServiçoEvento: Filó de Uma História Só (Contação de Histórias)
Duração prevista: de 30 a 40 minutos
Classificação: Livre
Indicação: 2 a 8 anos, para grupos de aproximadamente 50 crianças
Produção: Petrópolis Para Crianças
Contatos: Jeane Avellar: (24) 98848-2383 ou (24) 2237-6955
Email: petropolisparacriancas@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.